Meteorologia

  • 08 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 7º MÁX 12º

ISEG estima abrandamento da economia em 2019 com PIB entre 1,6% e 2%

O crescimento da economia portuguesa deverá abrandar este ano, face a 2018, e situar-se entre os 1,6% e os 2%, acima do crescimento médio esperado na zona euro, estimou hoje o ISEG.

ISEG estima abrandamento da economia em 2019 com PIB entre 1,6% e 2%
Notícias ao Minuto

14:24 - 27/02/19 por Lusa

Economia Previsão

De acordo com a estimativa rápida do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgada a 14 de fevereiro, o Produto Interno Bruto (PIB) português aumentou 2,1% em 2018, menos 0,7 pontos percentuais do que o observado no ano anterior e abaixo da previsão do Governo de uma expansão de 2,3%.

Segundo a síntese de conjuntura mensal do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) divulgada hoje, "assumindo níveis de crescimento considerados plausíveis para as diferentes componentes da procura agregada em 2019, em geral inferiores aos que terão ocorrido em 2018, nomeadamente níveis de crescimento em torno de 2,2% para o consumo privado, um crescimento de 0,5% para o consumo público, de 4,5% para o investimento, de 3% para as exportações e de 4,0% para importações, prevê-se que o crescimento em volume do PIB em 2019 venha a situar-se no intervalo [1,6% a 2,0%], em média um pouco acima do crescimento médio atualmente esperado na área euro".

De acordo com a nota, tendo por base a informação do INE, a desaceleração de 2018 resultou de um menor crescimento do investimento e de um contributo mais negativo da procura externa líquida, devido ao menor crescimento das exportações face às importações.

Na zona euro o crescimento foi de 1,8% em 2018, depois de 2,4% em 2017, sinaliza.

Com a informação atualmente disponível, explica, nomeadamente a expectativa de o crescimento da economia da zona euro e mundial continuar a desacelerar em 2019, e a prevalência de diversos fontes de risco decorrentes de tensões políticas, sociais e económicas não resolvidas, "o crescimento da economia portuguesa deverá continuar a desacelerar em 2019, ainda que de forma moderada e a manter um ritmo de crescimento um pouco superior ao da zona euro".

Para 2019, o Governo espera que a economia cresça 2,2%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório