Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Dívida externa de Portugal baixou em 2018 para 101,3% do PIB

A dívida externa de portugal fixou-se em 101,3% do produto interno bruto (BdP), de acordo com os dados divulgados pelo Banco de Portugal.

Dívida externa de Portugal baixou em 2018 para 101,3% do PIB

O Banco de Portugal (BdP) anunciou, esta quarta-feira, que a posição de investimento internacional (PII), foi de 101,3% do produto interno bruto (PIB) no final de dezembro do ano passado. Este valor é mais baixo do que o registado em 2017. 

"No período em análise, a PII em percentagem do PIB1 registou uma variação positiva, de  -104,9 por cento no final de 2017, para -101,3 por cento no final de dezembro de 2018", pode ler-se no relatório do supervisor. 

A variação da PII deveu-se, em grande medida, ao impacto positivo combinado das transações (1,4 mil milhões de euros) e dos outros ajustamentos (1,6 mil milhões de euros), parcialmente compensado pelas variações cambiais (-1,3 mil milhões de euros) e pelas variações de preço (-0,9 mil milhões de euros).

Já a dívida externa líquida de Portugal, que resulta da PII excluindo, fundamentalmente, os instrumentos de capital, ouro em barra e derivados financeiros, situou-se, em dezembro de 2018, em 179,5 mil milhões de euros.

Se considerarmos em percentagem do PIB, a dívida externa líquida reduziu-se em 2,2 pontos percentuais entre o final de 2017 e o final de 2018. A dívida externa líquida passou de 91,7% para 89,5%, "uma vez que o aumento do PIB mais que compensou o aumento nominal da dívida", sublinha o supervisor. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório