Meteorologia

  • 14 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Nelson de Souza, um ministro experiente na gestão dos fundos comunitários

Nelson de Souza, o novo ministro do Planeamento, é um homem experimentado na gestão dos fundos comunitários, depois de ter liderado os programas do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional) entre 2005 e 2011.

Nelson de Souza, um ministro experiente na gestão dos fundos comunitários
Notícias ao Minuto

20:36 - 17/02/19 por Lusa

Economia Governo

Nascido na Índia há 64 anos, Ângelo Nelson Rosário de Souza é licenciado em Finanças pelo Instituto Superior de Economia (então ISE e atual ISEG, em Lisboa) e desempenhava desde novembro de 2015 o cargo de secretário de Estado de Desenvolvimento e Coesão. Já tinha integrado um governo, o de António Guterres, entre 2000 e 2001, como secretário de Estado das Pequenas e Médias e Empresas (PME) e do Comércio e Serviços.

Nelson de Souza tem uma vida dedicada às empresas a partir da administração pública. Esteve na administração do IAPMEI (Agência para a Competitividade e Inovação), etre 1996 e 2000, foi dirigente na então designada Direção-geral da Indústria, entre 1977 e 1995, e durante os executivos de José Sócrates, entre 2005 e 2011, geriu os programas de fundos comunitários PRIME e COMPETE.

A vida profissional de Nelson de Souza passou também pelo setor privado. Foi diretor-geral executivo da AIP -- Associação Industrial Portuguesa entre 2012 e 2013.

Antes de entrar para o Governo de António Costa, o agora ministro do Planeamento foi diretor municipal de Finanças na Câmara Municipal de Lisboa, entre 2013 e 2015.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório