Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2019
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 21º

Edição

Taxa de remuneração dos ativos elétricos é elevada, segundo a AdC

A presidente da Autoridade da Concorrência (AdC), Margarida Matos Rosa, afirmou hoje no parlamento que a taxa de remuneração dos ativos elétricos é elevada, com assimetria da partilha do risco, penalizando os consumidores.

Taxa de remuneração dos ativos elétricos é elevada, segundo a AdC
Notícias ao Minuto

18:22 - 13/02/19 por Lusa

Economia Autoridade

Na intervenção inicial na comissão parlamentar de inquérito ao pagamento de rendas excessivas aos produtores de eletricidade, Margarida Matos Rosa defendeu que a Concorrência destacou "várias vezes a necessidade de acautelar aumentos de preços do setor, com medidas que visem promover uma partilha de risco mais equilibrada entre investidores ou, em alternativa, reduzir custos de redes".

Questionada pelo deputado do PS João Marques sobre a existência de rendas excessivas aos produtores, a presidente da AdC adiantou que "a Autoridade não fez um estudo aturado sobre a existência de rendas excessivas, mas, no âmbito dos seus pareceres, pronunciou-se reiteradamente sobre a taxa de remuneração elevada do setor [elétrico] e a assimetria da partilha de risco entre investidores e consumidores".

"Continuámos a questionar se podia continuar a ser reduzida [a taxa de remuneração dos ativos]. Houve e há situações de risco que importa acautelar", adiantou, referindo-se aos riscos de sobrecompensação nas centrais CMEC, o que levou a uma atuação por parte do Governo.

Margarida Matos Rosa iniciou funções como presidente da AdC em 28 de novembro de 2016.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório