Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Cristina Casalinho reconduzida na presidência do IGCP

O Conselho de Ministros reconduziu hoje Cristina Casalinho para um segundo mandato na presidência do Conselho de Administração da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Publica -- IGCP, entidade que gere a dívida pública portuguesa.

Cristina Casalinho reconduzida na presidência do IGCP
Notícias ao Minuto

16:42 - 24/01/19 por Lusa

Economia Tesouros

"O Governo procedeu à nomeação de Cristina Casalinho, António Pontes Correia, Maria Rita Granger para os cargos de presidente e vogais do Conselho de Administração da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Publica -- IGCP", lê-se no comunicado do Conselho de Ministros.

António Pontes Correia era já vogal do anterior Conselho de Administração do IGCP, mantendo-se assim no cargo, enquanto Maria Rita Granger - até aqui diretora do departamento de gestão de risco daquela agência -- entra para o lugar de Maria Eduarda Simões Lopes Branco Vicente, que saiu, entretanto, para a Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD).

Cristina Casalinho assumiu a presidência do IGCP em 2014, altura em foi nomeada pelo executivo de Pedro Passos Coelho, com Maria Luís Albuquerque como ministra das Finanças. O seu mandato terminou em 2016, mas a antiga economista chefe do BPI permaneceu desde então no cargo, apesar de só agora ter sido oficializada a sua recondução.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública -- IGCP, antigo Instituto de Gestão da Tesouraria e do Crédito Público, tem por competência a gestão da tesouraria, do financiamento e da dívida pública direta do Estado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório