Meteorologia

  • 18 FEVEREIRO 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Amazon é agora a cotada mais valiosa do mundo

Valorização foi impulsionada pela negociação em alta dos mercados norte-americanos, impulsionados pela retoma das negociações comerciais entre os EUA e a China.

Amazon é agora a cotada mais valiosa do mundo
Notícias ao Minuto

07:47 - 08/01/19 por Notícias ao Minuto 

Economia Bolsa

A Amazon superou a Microsoft e tornou-se na empresa com maior valor de mercado nos EUA, de acordo com a agência Reuters. A gigante do comércio eletrónico encerrou a valorizar 3,4% para valer 797 mil milhões de dólares. 

Já o valor de mercado da Microsoft traduz-se em 784 mil milhões de dólares, depois de ter fechado a valorizar 0,1%, de acordo com a agência de notícias. 

Este marco para a Amazon aconteceu numa altura em que os mercados bolsistas dos EUA beneficiaram da retoma das negociações comerciais entre os EUA e a China. 

Isto porque um "impasse" nas negociações comerciais entre as duas maiores economias do mundo e uma possível desaceleração da economia global são dois dos principais receios dos investidores atualmente. 

O índice tecnológico Nasdaq registou as subidas mais fortes do dia, tendo progredido 1,26%, para as 6.823,47 unidades. 

"Foi como se os investidores procurassem compensar o estado de espírito muito negativo que prevaleceu nas últimas semanas", estimou Jack Ablin, da Cresset Wealth Advisors. "Se continuarmos a recuperar assim até à época dos resultados, esta pode trazer boas surpresas", acrescentou.

Por comparação, o produto interno bruto (PIB) de Portugal em 2017 foi de 193 mil milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório