Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2020
Tempo
16º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Ministro da Economia considera situação no porto de Setúbal "grave"

O ministro da Economia considerou hoje que a greve dos estivadores no Porto de Setúbal é "uma situação grave" para a economia nacional, confirmando que o Governo "tem falado" com as empresas da região.

Ministro da Economia considera situação no porto de Setúbal "grave"

[a paralisação dos estivadores no Porto de Setúbal] uma situação grave para a economia nacional. Esperamos que a situação possa ser resolvida em breve, julgo que ao final do dia vamos ter notícias sobre essa matéria", afirmou Pedro Siza Vieira, em Penafiel, onde vai participar na abertura do III Encontro de Investidores da Diáspora.

Questionado sobre se o Governo tem estado em contacto com as empresas afetadas por aquela paralisação, o titular da pasta da Economia confirmou que sim: "Temos falado sim com a Autoeuropa e outras empresas da região".

Os trabalhadores eventuais do Porto de Setúbal não comparecem ao trabalho desde dia 05 de novembro.

Paralelamente, está a decorrer uma greve dos estivadores afetos ao Sindicato dos Estivadores e da Atividade Logística ao trabalho extraordinário, cujo final está previsto em janeiro de 2019 ou até patrões e sindicato chegarem a acordo.

Esta greve abrange os portos de Lisboa, Setúbal, Sines, Figueira da Foz, Leixões, Caniçal (Madeira), Ponta Delgada e Praia da Vitória (Açores).

A recusa destes trabalhadores em se apresentarem ao trabalho, que tecnicamente nem pode ser considerada como uma greve, porque não têm qualquer relação contratual com as empresas do Porto de Setúbal, já inviabilizou a exportação de mais de 20.000 viaturas produzidas pela Autoeuropa.

Devido à paralisação do Porto de Setúbal, a Autoeuropa tem milhares de viaturas parqueadas na Base Aérea do Montijo, no âmbito de um acordo entre a Autoeuropa e a Força Aérea Portuguesa.

O recurso ao Porto de Leixões e aos portos espanhóis de Vigo e Santander não tem sido suficiente para escoar normalmente toda a produção da fábrica de Palmela, com todos os prejuízos de que daí decorrem para a empresa do grupo Volkswagen.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório