Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2018
Tempo
MIN 7º MÁX 11º

Edição

Preço do barril de Brent cai 2,54%

O preço do barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro encerrou hoje no mercado de futuros de Londres em baixa de 2,54%, para os 60,12 dólares.

Preço do barril de Brent cai 2,54%
Notícias ao Minuto

20:27 - 06/12/18 por Lusa

Economia petróleo

O preço do crude recuou perante a ausência de uma decisão definitiva dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) sobre a redução da produção.

O crude do mar do Norte, de referência na Europa, concluiu a sessão no International Exchange Futures a cotar 1,57 dólares abaixo dos 61,69 dólares com que terminou as transações na quarta-feira.

A mesma forte descida também se verificou na cotação do barril WTI, na Bolsa de Mercadorias de Nova Iorque (Nymex), que perdeu 2,6% (1,40 dólares), para os 51,49 dólares.

Hoje, a reunião plenária dos membros da OPEP em Viena, na Áustria, suscitou muita atenção, mas saldou-se com a revelação de dificuldades em chegarem a acordo sobre a redução da produção, ao fim de várias horas de discussão.

O ministro da Energia saudita, Khaled al-Faleh, criou a surpresa ao exprimir as suas dúvidas mesmo sobre a possibilidade de um acordo final, com a reunião a continuar na sexta-feira.

As cotações do barril chegaram a estar a cair cerca de 5%, quando Al-Faleh exprimiu a sua preferência por uma diminuição em um milhão de barris da produção diária da OPEP e dos seus parceiros.

Este número representa uma descida "mais fraca do que o consenso (dos analistas) apontava", sublinhou David Madden, analista da CMC Markets.

Na sexta-feira, o cartel vai reunir-se com representantes da Federação Russa e de outros importantes produtores petrolíferos.

"Esperamos que amanhã (sexta-feira) seja alcançado um acordo", disse o ministro do Petróleo iraquiano, Thamer al-Ghadbane.

As interrogações em torno da decisão final da OPEP eclipsaram as outras notícias do mercado petrolífero, como um relatório da agência norte-americana de informação sobre energia (EIA, na sigla em inglês).

Segundo este documento, os 'stocks' de petróleo bruto nos Estados Unidos da América caíram 7,3 milhões de barris na semana terminada em 30 de novembro, apesar da manutenção da produção em níveis recorde e da estabilização do funcionamento das refinarias.

Mas as exportações, que atingiram os 3,2 milhões de barris por dia, alcançaram um nível inédito e procura de produtos refinados aumentou 7,6% em relação ao ano anterior.

"No seu conjunto, com esta forte descida dos 'stocks' de petróleo e os sinais de uma procura sólida, o relatório deveria fazer subir os preços. Mas os investidores estão sobretudo concentrados na reunião da OPEP em Viena", observa o relatório.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório