Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2018
Tempo
MIN 6º MÁX 7º

Edição

Fim das faturas em papel? "Do ponto de vista fiscal a medida é inócua"

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos, Paulo Ralha, disse, em declarações ao Notícias ao Minuto, que apesar de esta medida ter uma componente ecológica importante, é inócua do ponto de vista fiscal.

Fim das faturas em papel? "Do ponto de vista fiscal a medida é inócua"
Notícias ao Minuto

11:30 - 05/12/18 por Beatriz Vasconcelos 

Economia Finanças

O fim das faturas em papel aproxima-se. A partir do início do próximo ano, os comerciantes serão dispensados de dar faturas em papel aos clientes, mas as faturas não vão acabar, apenas continuam a ser comunicadas automaticamente à Autoridade Tributária (AT). 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos, Paulo Ralha, disse, em declarações ao Notícias ao Minuto, que apesar de esta medida ter uma componente ecológica importante, é inócua do ponto de vista fiscal. 

"Por um lado, é uma medida que, para comerciantes e consumidores, tem um aspeto ecológico muito importante, [uma vez que] vai haver um consumo muito menor de papel. Para quem já está dentro do sistema é uma medida inócua, do ponto de vista em que não vai trazer grandes acréscimos ou decréscimos. Quem está dentro do sistema já emite fatura" e "sabe que através do sistema os valores são reportados à AT para efeitos de controlo do agente e para efeitos dos benefícios ao nível do contribuinte", concluiu.

IVA automático vem facilitar?

À semelhança do que já acontece com o IRS automático, o IVA também terá o processo de entrega mais automatizado. Paulo Ralha considera que esta medida, que está já a vigorar no caso dos recibos verdes, vem facilitar.

"Tudo o que tem a ver com automatismo, desta natureza, vem facilitar o trabalho quer dos trabalhadores da AT, quer o dos contribuintes. Mas nesta fase, o que está a acontecer é que só nos recibos verdes o IVA está a funcionar de forma automática. Nos restantes, em princípio só para o ano – ainda não temos uma data em rigor", referiu o presidente daquele sindicato.

Sobre os possíveis riscos que este sistema pode trazer, Paulo Ralha destaca os prazos. "Pode comportar riscos quando passar a abranger também os outros recibos, por causa dos prazos", exemplificando com o caso de um contribuinte emitir um recibo num dia, diferente do que diz respeito ao trabalho.

Por esse motivo, Paulo Ralha diz que tal como no IRS automático, o processo de verificação de faturas "carece sempre de alguma vigilância sobre os montantes que estão em causa". Até agora, em termos de IRS e de IRC não têm havido problemas”, pelo que considera que no IVA “também não haverá grande margem para erros”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório