Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2018
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 11º

Edição

Portugal já tem 'luz verde' para proceder ao pagamento ao FMI

António Costa anunciou, na semana passada, que pretendia pagar a totalidade do empréstimo ao FMI até ao final do ano.

Portugal já tem 'luz verde' para proceder ao pagamento ao FMI
Notícias ao Minuto

10:34 - 04/12/18 por Beatriz Vasconcelos 

Economia Empréstimo

O Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) anunciou, esta terça-feira, que Portugal tem 'luz verde' para proceder ao pagamento antecipado ao FMI, em linha com as intenções do Governo, anunciadas pelo primeiro-ministro António Costa na semana passada.

"O Conselho de Administração do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) decidiu hoje [terça-feira] dispensar a obrigatoriedade de reembolso dos empréstimos do FEEF, permitindo a Portugal proceder ao reembolso antecipado do seu empréstimo do Fundo Monetário Internacional (FMI)", pode ler-se no comunicado do mecanismo. 

Na semana passada, recorde-se, António Costa anunciou a intenção do Governo de proceder ao reembolso total do empréstimo ao FMI. 

"O pagamento antecipado ao FMI irá gerar um benefício financeiro para Portugal, substituindo a dívida ao FMI por empréstimos no mercado de capitais a custos mais baixos", disse Klaus Regling, CEO do FEEF. 

Ainda assim, Portugal compromete-se a reembolsar antecipadamente ao FEEF até dois mil milhões de euros entre 2020 e 2023, "após o pagamento integral do empréstimo ao FMI". Este compromisso, saliente-se, está sujeito às condições de mercado e ao possível impacto na sustentabilidade da dívida. 

No âmbito do empréstimo, os credores oficiais de Portugal disponibilizaram 78 mil milhões de euros durante um período de três anos. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório