Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Renault lança auditoria sobre remunerações de Carlos Ghosn

A Renault lançou uma auditoria interna sobre as remunerações do presidente executivo, Carlos Ghosn, acusado no Japão de dissimular rendimentos e de malversação no construtor automóvel nipónico Nissan, indicou hoje o ministro da Economia francês.

Renault lança auditoria sobre remunerações de Carlos Ghosn
Notícias ao Minuto

15:31 - 25/11/18 por Lusa

Economia Presidente executivo

"A nova liderança da Renault lançou uma auditoria (...) sobre as questões de remuneração e as questões de abuso de bem social para verificar se há alguma coisa que possamos encontrar" no grupo automóvel francês, disse Bruno Le Maire na BFM TV.

A auditoria foi lançada com o "total acordo do Governo", acrescentou Le Maire, em alusão ao facto de o Estado francês controlar cerca de 15% da Renault.

O ministro da Economia e Finanças disse ainda que nem o Governo nem a Renault obtiveram informações oficiais sobre as acusações feitas no Japão ao gestor que arquitetou a aliança Renault-Nissan.

"Não temos informações" sobre as acusações, indicou Le Maire pedindo ao Japão ou à Nissan para enviarem "rapidamente" essas informações.

Foi iniciada uma nova gestão na Renault para suprir a detenção de Ghosn, mas este continua a ser o presidente executivo da Renault.

"Enquanto não houver acusações concretas", Ghosn não será demitido, repetiu Le Maire.

Segundo o ministro, na presidência da aliança Renault-Nissan permanecerá um francês, apesar desta crise.

Ghosn foi detido na segunda-feira passada no Japão, tendo sido detido também o seu principal colaborador, o norte-americano Greg Kelly.

Segundo as informações divulgadas hoje pelo canal público NHK, Carlos Ghosn nega as acusações que lhe são imputadas de ocultar rendimentos e de má gestão do dinheiro da empresa.

O gestor é suspeito de ter ocultado às autoridades financeiras japonesas rendimentos como presidente do Conselho de Administração da Nissan durante vários anos, a partir de 2011, num total de mais de 62 milhões de euros, indicaram dois jornais japoneses.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório