Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Lucros do Santander Totta sobem 16% para 385 milhões

No final dos primeiros nove meses do ano, o resultado líquido da Santander Totta alcançou 384,9 milhões de euros, o que representa um aumento de 16% em relação ao valor registado no período homólogo.

Lucros do Santander Totta sobem 16% para 385 milhões
Notícias ao Minuto

12:37 - 07/11/18 por Notícias Ao Minuto 

Economia Resultados

No final dos primeiros nove meses do ano, o resultado líquido do Santander Totta alcançou 384,9 milhões de euros, um aumento 16% em relação ao valor registado no período homólogo, anunciou a instituição financeira em comunicado.

A margem financeira situou-se em 654,8 milhões de euros, o que representa uma subida de 26,9% face ao período homólogo e as comissões líquidas totalizaram 277,3 milhões de euros, aumentando 11,4% face a setembro de 2017. Já os resultados em operações financeiras diminuíram 44,3%, atingindo 54,4 milhões de euros.

Os custos operacionais totalizaram 464,6 milhões de euros, o que equivale a um incremento de 18,6%. A evolução conjugada do produto bancário e dos custos operacionais conduziu a uma ligeira deterioração do rácio de eficiência (+1,8pp), que se fixou em 47,5%, no final de setembro de 2018.

Os recursos de clientes cifraram-se em 39.528 milhões de euros, equivalente a um aumento de 22,0%. Os depósitos, que representam 84% dos recursos, subiram 21,0% e os fundos de investimento comercializados e os seguros e outros recursos mantêm uma evolução dinâmica tendo aumentado 27,5%. Face ao final do ano anterior, os depósitos registaram um incremento de 6,0% e os recursos fora de balanço subiram 17,0%.

A carteira de crédito ascendeu a 41.344 milhões de euros, o que representa um aumento de 17,1%, repartido em variações positivas de 13,2% em particulares e de 23,1% no crédito a empresas. O total de crédito manteve-se em linha com o valor registado no final de 2017, justificado principalmente pela venda de carteiras não produtivas. A carteira de crédito ajustada daquele efeito e de write-offs teria aumentado 0,8%, nos primeiros nove meses de 2018.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório