Meteorologia

  • 25 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Portugal tem estratégia orçamental "acertada" e com "sucesso"

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, defendeu hoje, em Lisboa, que Portugal tem uma estratégia orçamental com "elevado sucesso" ao nível da implementação e que "já provou" ser acertada.

Portugal tem estratégia orçamental "acertada" e com "sucesso"
Notícias ao Minuto

17:42 - 02/11/18 por Lusa

Economia Pedro Marques

"Este ano tenho, talvez um bocadinho, a vida facilitada. Este é o quarto e último orçamento desta legislatura e, neste sentido, falamos de uma estratégia orçamental que tem conhecido elevado sucesso na sua implementação [...]. Parece que esta estratégia global de política orçamental já provou ser acertada", disse Pedro Marques, durante a sua intervenção na conferência anual da Ordem dos Economistas.

O governante revelou ainda que o investimento na administração central cresceu, até setembro, cerca de 30%, sublinhando que o Orçamento de Estado para 2019 (OE 2019) inscreve "no investimento como um todo, um crescimento de mais de 20%, acrescentando umas largas centenas de milhões de euros ao investimento nas infraestruturas críticas para a competitividade e coesão".

Em 2019, o Governo quer assim, através do programa Ferrovia 2020, continuar a modernizar a rede ferroviária nacional.

"Estamos no terreno com obras nos principais corredores ferroviários", indicou.

Nos corredores internacionais norte e sul, os investimentos vão incidir na ligação internacional através da linha do Minho.

"Vamos continuar a ter obras de modernização da linha da Beira Alta para que os comboios de 750 metros possam percorrer a linha [...], permitindo que portos, como o de Leixões, possam ter um corredor de exportações para o resto da Península Ibérica, mas também depois a caminho de França e Alemanha", sublinhou.

Pedro Marques referiu também que vão ser construídos 100 quilómetros (km) de linha férrea entre Évora e Elvas, bem como vai avançar a recolocação da linha entre a Covilhã e a Guarda.

Por sua vez, no que se refere a rede rodoviária, vão arrancar as obras de manutenção e requalificação da Ponte 25 de Abril e do IP3 e vai ser concluído um troço junto à fronteira com Espanha.

Já no setor aeroportuário, vão continuar os investimentos com a expansão do aeroporto Francisco Sá Carneiro (Porto) e "terão início os investimentos de expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa", através do Montijo.

Trata-se de um "quadro de confiança na economia portuguesa, confiança numa estratégia orçamental, confiança também nas grandes opções de investimento público, que temos vindo a executar e que vamos continuar ao longo do próximo ano, e de começarmos a perspetivar as opções estratégicas para o país ao longo da próxima década", vincou o ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório