Meteorologia

  • 16 NOVEMBRO 2018
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

China pede aos Estados Unidos que não politizem câmbio de divisas

A China pediu aos Estados Unidos que não politizem o cambio das divisas, após o departamento de Tesouro norte-americano revelar que está aberto a alterar a forma como determina se um país manipula a sua moeda.

China pede aos Estados Unidos que não politizem câmbio de divisas
Notícias ao Minuto

06:42 - 26/10/18 por Lusa

Economia moeda

um consenso internacional o facto de que a China não manipula a taxa de câmbio da sua moeda", afirmou o porta-voz do ministério chinês do Comércio, Gao Feng, citado hoje pela agência oficial Xinhua.

Apesar de o Departamento do Tesouro norte-americano não ter incluído a China na lista de "manipuladores de moeda", no seu último relatório, publicado na semana passada, confirmou que o país asiático vai continuar sob análise.

Para a China, isto aumenta as possibilidades de os EUA acusarem formalmente o país de manipulação da moeda, o que, apesar de não supor a imposição de sanções ou outras represálias, agravaria as tensões entre as duas maiores economias do planeta.

"O Fundo Monetário Internacional já tem um método autorizado para avaliar se um país manipula ou não a sua moeda e se a taxa de cambio é razoável, e recentemente concluiu que a taxa de cambio do rmb [a moeda chinesa] está de acordo com os princípios económicos básicos", afirmou Gao.

O ministro chinês disse que os EUA não devem politizar este assunto, nem impor os seus padrões sobre as regras internacionais, e reafirmou que a China "não utilizará" a taxa de cambio como ferramenta para contornar as taxas alfandegárias impostas por Washington sobre cerca de metade das importações oriundas do país asiático.

"A China vai continuar a melhorar o sistema de flutuação da taxa de câmbio, com base na oferta e na procura, em referência com um cesto de divisas, e trabalhará para assegurar que a taxa de cambio da sua moeda é estável, razoável e equilibrada", acrescentou.

O yuan caiu quase 10%, face ao dólar norte-americano, ao longo deste ano, o que gerou receios de que Pequim está a desvalorizar a sua moeda para impulsionar as exportações.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório