Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 13º

Edição

Lisboa destina 2,3 milhões de euros para zonas e bairros prioritários

A Câmara Municipal de Lisboa vai apoiar este ano 39 projetos ao abrigo do programa BIP/ZIP - Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária, que envolvem 148 entidades, num total de 2,3 milhões de euros, foi hoje anunciado.

Lisboa destina 2,3 milhões de euros para zonas e bairros prioritários
Notícias ao Minuto

23:41 - 17/10/18 por Lusa

Economia Projetos

Na edição deste ano, a autarquia recebeu 106 candidaturas provenientes de 292 entidades promotoras, e que abrangiam 67 territórios BIP/ZIP.

Destas, foram selecionados pelo júri do concurso 39 projetos que incidem sobre 67 territórios do programa e que serão implementados por 148 entidades.

Do financiamento total (2,3 milhões de euros), 1,6 milhões de euros serão investidos pela Câmara de Lisboa, valor ao qual acrescem 717 mil euros de outras fontes.

Entre os destinatários dos programas, a comunidade é a área sobre a qual se versa o maior número (22), seguido dos jovens (sete), das crianças (seis) e dos idosos (quatro).

Entre as temáticas escolhidas, 11 projetos pretendem melhorar a vida no bairro, dez debruçam-se sobre competências e empreendedorismo, nove sobre prevenção e inclusão e outros nove pretendem promover a cidadania.

De acordo com a informação disponibilizada aos jornalistas, do total de entidades que apresentaram candidaturas, 43 fizeram-no pela primeira vez no programa BIP/ZIP, sendo que "muitas destas entidades são de constituição recente, após 2013".

A edição deste ano do BIP/ZIP trouxe também novas temáticas e âmbitos de intervenção.

De acordo com o município, existem cada vez mais candidaturas relacionadas com a perda de habitação e turistificação nos bairros históricos da cidade, com o ambiente, nutrição, inclusão através das artes e do desporto, direitos das crianças e segurança infantil, igualdade de género e cidadania, diversidade cultural, direitos e participação, e ainda com os 'media' e meios digitais.

A apresentação de alguns dos projetos vencedores decorreu hoje no Bairro da Quinta do Lavrado, onde foram dadas a conhecer as atividades que serão implementadas na zona oriental da cidade, mas até ao final da semana serão conhecidos os restantes vencedores (da zona norte, ocidental, centro histórico e centro de Lisboa).

Entre as 13 iniciativas hoje conhecidas contam-se, por exemplo, uma academia sénior em Marvila, um clube de debates ou um projeto que tem como objetivo levar os cidadãos ao teatro.

Na cerimónia, que noutros anos decorreu nos Paços do Concelho, foram também assinados os protocolos que vão permitir a concretização destes projetos.

A vereadora da Habitação e Desenvolvimento Local do município lisboeta, Paula Marques, afirmou que a "cidade faz-se com vários atores e, em particular, com quem está no terreno".

Assim, a Câmara de Lisboa pretende, "cada vez mais, dar força a estas formas de participação" e, por isso, deslocalizou esta cerimónia.

O município quer ainda "promover o encontro" dos vários projetos, para que possam "criar ligações", adiantou Paula Marques.

Desde 2011 até agora, o programa BIP/ZIP já registou um total de 309 projetos vencedores, apresentados por 1.163 entidades (356 promotoras e 806 parceiras), e que realizaram 1.914 atividades.

Ao longo destas oito edições, foram investidos 12 milhões de euros nestas iniciativas que envolveram 141 mil habitantes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório