Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Descongelamento de carreiras e aumento das pensões custam 411 milhões

O descongelamento faseado de carreiras e o aumento extraordinário das pensões vão aumentar a despesa em 411 milhões de euros no próximo ano, sendo das medidas que mais penalizam os gastos públicos, segundo a proposta de OE2019.

Descongelamento de carreiras e aumento das pensões custam 411 milhões
Notícias ao Minuto

01:48 - 16/10/18 por Lusa

Economia Estimativa

A proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) entregue na segunda-feira no parlamento detalha o impacto orçamental das medidas previstas para o próximo ano, sendo o descongelamento de carreiras a que implica um maior aumento da despesa na função pública, de 274 milhões de euros líquidos.

Já a atualização extraordinária das pensões custará 137 milhões de euros no próximo ano, um valor apenas superado pela prestação social para a inclusão, que custará 153 milhões de euros.

Também a penalizar a despesa pública está a reforma das longas carreiras, que custará 66 milhões de euros ao Estado e o abono de família com um aumento de 58 milhões de euros.

Em sentido contrário, o Governo estima poupanças de 191 milhões de euros com juros.

Do mesmo modo, o exercício da revisão de despesa vai traduzir-se numa redução de 236 milhões de euros, dos quais 57 milhões na Saúde e 36 milhões com serviços partilhados e compras públicas.

Com a redução do absentismo da administração pública, excluindo a Educação, o Governo espera uma poupança de 30 milhões de euros.

Consolidadas as medidas que aumentam e que contraem a despesa, o resultado que o Ministério das Finanças espera é o de um aumento da despesa em 292 milhões de euros no próximo ano.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório