Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Governo anuncia apoios para agricultores afetados pela tempestade Leslie

O ministro Capoulas Santos disse hoje que os técnicos do Ministério da Agricultura estão a proceder ao levantamento dos prejuízos causados pelo furacão Leslie em Portugal, estimando que estes sejam de “alguma monta”.

Governo anuncia apoios para agricultores afetados pela tempestade Leslie
Notícias ao Minuto

13:26 - 15/10/18 por Lusa 

Economia Leslie

“Neste momento, estamos a proceder ao levantamento dos prejuízos. Existem estragos, que vão de uma faixa de Leiria à Figueira da foz, e vão depois pelo interior do país, de alguma monta, que esperamos quantificar nos próximos dias. Os técnicos do ministério estão a trabalhar desde ontem [domingo] no terreno”, avançou no Luxemburgo, onde se encontra a participar na reunião dos ministros da Agricultura da União Europeia (UE).

Luís Capoulas Santos frisou que, de exploração para exploração, os prejuízos podem não ser iguais, mas que “de facto” há “grande destruições em infraestruturas e armazéns, sobretudo nas estufas, que são estruturas onerosas”.

“O Ministério da Agricultura dispõe de instrumentos de apoio aos agricultores, a chamada reposição do potencial produtivo. Ou seja, no caso das destruições que ocorreram nos armazéns, nas estufas, nas instalações agrícolas em geral, estamos em condições de dar um apoio como temos vindo a aplicar nos incêndios. Será de 100% a fundo perdido até aos 5.000 euros, de 85% até aos 50 mil, e 50% acima dos 50 mil até aos 800 mil euros”, sublinhou.

O ministro da Agricultura indicou ainda que o Governo está a preparar uma linha de crédito para as organizações de produtores que não são contempladas com aquele instrumento.

“Para os agricultores individuais, a medida está em vigor. Houve prejuízo sobretudo na cultura do milho naquelas zonas, mas é um sistema que está coberto pelo sistema de seguros cofinanciado pelo estado e fundos europeus”, esclareceu.

A passagem do furacão Leslie por Portugal, onde chegou como tempestade tropical, provocou 28 feridos ligeiros e 61 desalojados.

A Proteção Civil mobilizou 8.217 operacionais, que tiverem de responder a 2.495 ocorrências, sobretudo queda de árvores e de estruturas e deslizamento de terras.

O distrito mais afetado pelo Leslie foi o de Coimbra, onde a tempestade, com um "percurso muito errático", se fez sentir com maior intensidade, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Na Figueira da Foz, uma rajada de vento atingiu os cerca de 176 quilómetros por hora no sábado à noite, valor mais elevado registado em Portugal, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório