Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 13º

Edição

Valor da avaliação bancária das casas subiu para 1.187 euros por m2

O valor médio da avaliação bancária na habitação em julho foi de 1.187 euros por metro quadrado, segundo avançou a AICCOPN - Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas.

Valor da avaliação bancária das casas subiu para 1.187 euros por m2
Notícias ao Minuto

14:25 - 04/10/18 por Lusa

Economia AICCOPN

Em comunicado, a associação detalhou que este valor representa um aumento de 6,3% em termos homólogos. No caso dos apartamentos subiu 6,7%, para 1.252 euros por metro quadrado e nas moradias houve uma valorização de 5,6% para 1.102 euros por metro quadrado.

Nos primeiros sete meses de 2018 foram licenciadas 11.404 novas habitações, um aumento de 38,3% face ao período homólogo, refere a AICCOPN.

"Foram emitidas pelas Câmaras Municipais 8.620 licenças de construção nova e reabilitação de edifícios habitacionais, o que traduz um acréscimo de 22,6% em termos homólogos. Quanto ao licenciamento de fogos em construções novas, verifica-se uma subida de 38,3%, em termos homólogos, para um total de 11.404 habitações", acrescenta.

A AICCOPN destacou a Área Metropolitana de Lisboa, com um aumento de 26% em fogos licenciados em construções novas até julho. "Destes, 70,8% são de tipologia T3 ou superior, 23,6% de tipologia T2 e 5,6% de tipologias inferiores. Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se, em julho, um aumento em termos homólogos, de 7,9% para 1.468 euros por metro quadrado", referiu a associação.

O crescimento do mercado está patente na concessão de crédito. "O novo crédito concedido pelas instituições financeiras, para aquisição de habitação nos primeiros sete meses, registou uma subida, em termos homólogos, de 26,4% para 5,69 mil milhões de euros", detalhou a AICCOPN.

Por outro lado, o crédito concedido pelas instituições financeiras às construtoras e imobiliárias registou, em julho, uma redução homóloga de 4,9%.

O mesmo comunicado deu conta de um aumento no consumo do cimento no mercado nacional até julho, de 11,1%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório