Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2018
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 18º

Edição

Sindicato considera "erro crasso" TAP dizer que proposta foi aceite

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) considerou hoje que o presidente executivo da TAP "incorre num erro crasso" ao afirmar que o sindicato aceitou a proposta para um novo Acordo de Empresa (AE).

Sindicato considera "erro crasso" TAP dizer que proposta foi aceite
Notícias ao Minuto

21:41 - 14/09/18 por Lusa

Economia Acordo de Empresa

"O CEO da TAP, quando afirma que o sindicato aceitou a proposta, incorre num erro crasso", afirma o SNPVAC num comunicado, salientando: "Nunca aceitámos o documento como final, nem o assinámos, como afirma o CEO".

O SNPVAC adianta que informou o responsável da TAP, desde o início do processo, de que qualquer documento resultante das negociações careceria da aprovação do sindicato em sede de assembleia-geral, onde os associados deliberariam, e que o curso da negociação não mudou.

A negociação foi dada por encerrada por ambas as partes, quando foi considerado que havia um documento que na globalidade poderia ser apresentado aos associados em assembleia-geral.

"Após o fecho das negociações e perante uma postura de intransigência da TAP e de um imposição temporal da mesma de aprovação do documento para que existisse retroatividade salarial a janeiro, condicionando o livre arbítrio dos associados, algo que não se verificou em nenhuma das restantes classes profissionais da TAP, na defesa dos interesses dos nossos associados somos obrigados a assumir esta posição como forma de garantir que os seus direitos estão acautelados", afirma a direção do sindicato.

Na quinta-feira, o presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, afirmou existir um "impasse" no processo do novo acordo de empresa com os tripulantes de cabine, porque a direção do sindicato já aceitou o acordo, mas não o sujeitou a votação.

"Chegámos a um acordo. O que eu acho agora é que há um impasse, não no acordo, mas na decisão de o sindicato convocar a assembleia [geral de associados], que é estratégia do sindicato e não posso comentar", explicou, na altura, o CEO aos jornalistas, depois de uma audição parlamentar.

O dirigente garantiu que o AE "está celebrado, foi pactuado, foram feitas cedências", e lembrou que a TAP e a direção do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil já tinham acordado numa outra versão do documento, que os associados chumbaram em assembleia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório