Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2018
Tempo
28º
MIN 28º MÁX 28º

Edição

TAP garante que não discrimina a Madeira

O presidente executivo (CEO) da TAP, Antonoaldo Neves, recusou hoje que a companhia aérea discrimine a Madeira, como afirmou o deputado social-democrata Paulo Neves, em comissão parlamentar.

TAP garante que não discrimina a Madeira
Notícias ao Minuto

16:41 - 13/09/18 por Lusa

Economia Antonoaldo Neves

Em resposta ao deputado que voltou a dirigir críticas à transportadora aérea, nomeadamente por interrupções na operação e tarifas, o CEO repetiu, por várias vezes, que a "TAP não faz nenhum tipo de discriminação".

Aos deputados, Antonoaldo Neves garantiu que as acusações podem ser contrariadas com factos, como o acréscimo de 11,7% no transporte de passageiros para a região autónoma até agosto, numa comparação homóloga, para mais de 615 mil passageiros.

O CEO sublinhou que as tarifas em rotas do Funchal "estão em linha com as da concorrência" e que até agosto o principal motivo para cancelamentos (65%) foram os ventos.

"A incidência de cancelamentos por motivos não meteorológicos é semelhante na Madeira e nos restantes aeroportos nacionais", um registo de 2,5%, segundo os dados hoje apresentados.

Sobre tarifas, o dirigente garantiu que entre janeiro e agosto 78% das viagens entre Lisboa e Funchal custaram menos 195 euros.

Também do PS, por Carlos Pereira, e do Bloco de Esquerda, por Ernesto Ferraz, surgiram críticas nomeadamente tarifas, apoios aos passageiros e às limitações impostas de velocidade de ventos para aterragem no Funchal.

Em reposta, Antonoaldo Neves insistiu que a transportadora não discrimina a região autónoma, que as "tarifas são menores que antes da privatização" e que o vento é "medido por intensidade".

"Quando o vento passa os nossos limites, a TAP não opera no aeroporto", garantiu o CEO, precisando que os limites de voo para operar passam pelas definições, em primeiro lugar, dos fabricantes dos aparelhos e, em segundo lugar, pelos dirigentes das companhias.

Já a questões do deputado do CDS-PP Helder Amaral, Antonoaldo Neves garantiu que qualquer cancelamento desequilibra as escalas da companhia, por isso "não há cancelamentos por razões comerciais".

"Não só pago compensação ao cliente, como não uso o piloto e tenho de o pagar", referiu o CEO, para argumentar que não cancela propositadamente voos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório