Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2018
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 22º

Edição

Estudantes de arquitetura constroem casa polivalente em Matosinhos

Vinte estudantes de arquitetura do Canadá, Austrália, México, Itália e Brasil vão construir até 11 de agosto, um edifício polivalente e lúdico no Conjunto Habitacional da Guarda, em Matosinhos, iniciativa promovida pela Casa da Arquitectura-Centro Português de Arquitectura.

Estudantes de arquitetura constroem casa polivalente em Matosinhos
Notícias ao Minuto

16:13 - 02/08/18 por Lusa

Economia MatosinhosHabit

A revelação foi feita à agência Lusa pelo administrador da empresa municipal MatosinhosHabit, Tiago Maia, uma das entidades parceiras deste projeto em curso no distrito do Porto e coordenado pelo arquiteto italiano Roberto Cremascoli.

Pensado para ser um equipamento de apoio à comunidade, a sua construção, em regime de voluntariado, no conjunto habitacional em Perafita, acabou por ser a preferida "entre quatro opções", uma vez que "fica situada no coração da freguesia", explicou Tiago Maia.

A presidente da câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, numa cerimónia agendada para as 12:00 de sexta-feira, marcará o início da construção da casa do Lugar da Partilha que será construída em madeira e estrutura de alumínio.

Prevista para estar pronta até 11 de agosto, no âmbito de um laboratório de autoconstrução promovido pela Casa da Arquitectura-Centro Português de Arquitectura, o espaço será depois dinamizado pela União de Freguesias de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo, referiu o administrador.

Os moradores do bairro "foram também envolvidos no projeto", contribuindo "com ideias para a concretização deste Lugar de Partilha e/ou colaborando nos trabalhos de construção" refere o comunicado.

Fruto da colaboração entre a Casa da Arquitectura, a Câmara de Matosinhos, MatosinhosHabit e a União de Freguesias de Perafita, Lavra e Santa Cruz do Bispo, "o programa Lugar de Partilha parte de uma filosofia que pretende demonstrar que o envolvimento das comunidades no projeto é crucial para a manutenção posterior dos equipamentos públicos", acrescenta a nota de imprensa.

Os custos da obra foram partilhados entre os parceiros institucionais e algumas empresas que também se quiseram juntar ao projeto, concluiu Tiago Maia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório