Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2018
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 21º

Edição

João Lourenço revoga contrato de 30 milhões atribuído pelo ex-presidente

O Presidente angolano, João Lourenço, revogou, por despacho que invoca "interesse público", um contrato de quase 30 milhões de euros, atribuído pelo anterior chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, aos egípcios da El Sewedy Power.

João Lourenço revoga contrato de 30 milhões atribuído pelo ex-presidente
Notícias ao Minuto

12:08 - 02/08/18 por Lusa

Economia Angola

De acordo com o despacho 93/18, de 25 de julho e ao qual a agência Lusa teve hoje acesso, em causa está um contrato atribuído ao grupo egípcio em janeiro de 2016, para o fornecimento e instalação de sete grupo geradores GE-16V228, visando o reforço da capacidade - em 19,6 MegaWatts - de produção de eletricidade da central termoelétrica de Saurimo, província da Lunda Sul.

"Havendo necessidade de se proceder à rescisão do contrato acima referido, por imperativo de interesse público", lê-se no despacho assinado por João Lourenço, que revoga o contrato atribuído por José Eduardo dos Santos, no valor, equivalente em kwanzas, de 34,8 milhões de dólares (29,8 milhões de euros), igualmente ao abrigo da legislação sobre Concursos Públicos.

De acordo com um levantamento feito pela Lusa, só em janeiro de 2016, o grupo El Sewedy Power ganhou, por despachos assinados por José Eduardo dos Santos, outros dois concursos do género, totalizando quase 340 milhões de dólares (290 milhões de euros).

Constituído em 1960, o grupo El Sewedy Power atua no ramo da produção e transformação de eletricidade e tem atividade essencialmente em países do Médio Oriente e de África.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório