Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Euro sobe depois de Trump ter criticado força do dólar

O euro subiu hoje, após críticas do Presidente norte-americano, Donald Trump, ao dólar forte e à política da Reserva Federal (Fed) de subida das taxas de juro nos Estados Unidos.

Euro sobe depois de Trump ter criticado força do dólar
Notícias ao Minuto

18:29 - 20/07/18 por Lusa

Economia moeda

Cerca das 18:00 (hora de Lisboa), o euro negociava a 1,1710 dólares, quando na quinta-feira ao final da tarde seguia 1,1668 dólares.

Trump acusou hoje a União Europeia e a China de manipularem as suas moedas e reiterou as críticas que já tinha feito na quinta-feira à política do banco central norte-americano.

"A China, a União Europeia e outros manipulam as suas moedas baixando as taxas de juro, enquanto os Estados Unidos aumentam as taxas com o dólar a tornar-se mais forte todos os dias, o que degrada a nossa competitividade", afirmou Trump na rede social Twitter.

A Fed aprovou desde o início do ano duas subidas das taxas de juro de referência, atualmente entre 1,75% e 2% e pode decidir duas outras subidas até ao final do ano.

Esta semana, as declarações no Congresso do presidente da Reserva Federal, Jerome Powell, impulsionaram o dólar, com o líder do banco central norte-americano a defender a continuação da subida gradual das taxas de juro.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou hoje o câmbio de referência do euro em 1,1670 dólares.

Divisas..........hoje.................sexta-feira

Euro/dólar......1,1710....................1,1668

Euro/libra......0,89257.................. 0,89481

Euro/iene.......130,81.................... 130,96

Dólar/iene......111,71.....................112,23

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório