Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2018
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Afreximbank em Moçambique a analisar a economia e definir financiamento

O Afreximbank está a fazer um estudo sobre a economia Moçambique, para depois definir em que áreas e com que montantes vai ajudar, disse à Lusa o diretor do departamento de análise de crédito do banco.

Afreximbank em Moçambique a analisar a economia e definir financiamento
Notícias ao Minuto

13:57 - 15/07/18 por Lusa

Economia Montante

"O nosso diretor regional para a África Austral está agora em Moçambique para, até ao final do ano, fazer um estudo sobre o país para vermos como podemos ajudar não só no financiamento, mas também na definição de políticas que ajudem ao desenvolvimento do país", disse Samuel Loum.

Em entrevista à agência Lusa, à margem dos Encontros Anuais do Banco Africano de Exportações e Importações (Afreximbank), que terminaram no sábado em Abuja, Samuel Loum explicou que o relatório que estará concluído nos próximos meses vai analisar as necessidades específicas do país.

"Olhamos para os países onde fazemos pouco negócio ou que pensamos que precisam de ajuda, mas não com os instrumentos financeiros que temos, e, em vez de fazer negócio com os instrumentos atuais, este programa específico para Moçambique envolve aconselhamento ao Governo e ao banco central sobre as políticas públicas, e depois define o financiamento necessário".

O diretor do departamento explicou que este modelo de ajuda funciona em dois passos, sendo o primeiro a análise da economia do país e, depois, a definição de instrumentos específicos de financiamento, tendo em conta as necessidades, o que faz com que Moçambique possa receber um empréstimo mais volumoso, considerando as receitas que espera recolher nos próximos anos.

"Podemos emprestar mais se soubermos exatamente como um determinado Governo vai pagar os empréstimos, e de onde virão as receitas para garantir o pagamento desses empréstimos", salientou o economista.

Desde o início das operações, o Afreximbank já desembolsou cerca de 300 milhões de dólares em apoio a transações de investimento no país, a que se juntam dois empréstimos no total de 35 milhões de euros, um em 2005 e outro em 2015, concluiu Samuel Loum, que não soube precisar o total de financiamento que ficará disponível no seguimento do estudo que o Afreximbank está a fazer em Moçambique, e que deverá estar concluído até ao final do ano.

O Afreximbank, cujos Encontros Anuais decorreram até sábado em Abuja, a capital da Nigéria, é um banco de apoio ao comércio, exportações e importações em África e foi criado em Abuja, 1993. Tem um capital de 11,9 mil milhões de dólares, e tem sede no Cairo.

Os acionistas são entidades públicas e privadas divididas em quatro classes, e deles fazem parte governos africanos, bancos centrais, instituições regionais e subregionais, investidores privados, instituições financeiras, agências de crédito às exportações e investidores privados, além de instituições financeiras não africanas e de investidores em nome individual.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.