Meteorologia

  • 21 SETEMBRO 2018
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 19º

Edição

Acordo económico com UE contribui para "comércio justo e livre"

O Governo japonês destacou hoje o contributo do acordo económico entre o Japão e a União Europeia (UE) para o comércio mundial "justo e livre", numa altura em que o protecionismo dos Estados Unidos ameaça o crescimento do setor.

Acordo económico com UE contribui para "comércio justo e livre"
Notícias ao Minuto

06:23 - 13/07/18 por Lusa

Economia Japão

"Perante este movimento atual de protecionismo, o Japão e a UE vão colaborar para avançar com passos firmes no comércio justo e livre", garantiu o porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, numa conferência de imprensa.

O documento, finalizado em dezembro, vai ser assinado na terça-feira, em Tóquio, palco da cimeira UE-Japão.

A reunião estava agendada para quarta-feira, mas foi adiada devido às chuvas torrenciais e inundações que causaram mais de 200 mortos no país asiático.

"O acordo de livre comércio é muito importante e deve, por isso, entrar em vigor em breve", declarou o porta-voz do governo japonês.

Este tratado, acrescentou, "é um acordo do século XXI e uma estrutura económica que procura a liberdade e a justiça no comércio".

O texto, que define a relação entre dois parceiros que representam 40% do comércio e 30% do Produto Interno Bruto mundial, é o maior pacto comercial negociado pela UE.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e do Conselho Europeu, Donald Tusk, vão marcar marcar presença no evento, juntamente com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório