Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2018
Tempo
25º
MIN 22º MÁX 27º

Edição

Reclamações à CMVM subiram 24% em 2017, a maioria sobre obrigações

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) recebeu 1.384 reclamações em 2017, mais 24% do que em 2016, a maioria sobre obrigações, foi hoje divulgado.

Reclamações à CMVM subiram 24% em 2017, a maioria sobre obrigações
Notícias ao Minuto

13:52 - 20/06/18 por Lusa

Economia Regulador

Segundo a informação que consta do Relatório de Atividade e Contas de 2017 do regulador dos mercados financeiros, 51% das reclamações recebidas foram referentes a obrigações e 27% a ações.

A CMVM diz que uma vez que a legislação atual considera que obrigações (não estruturadas) e ações são instrumentos financeiros simples, "não se exige ao intermediário financeiro que os comercializa que seja obrigado a avaliar os conhecimentos e a experiência dos seus clientes em matéria de investimentos".

Isto tem levado alguns investidores a correrem riscos, até devido ao facto de aplicações financeiras mais tradicionais, como depósitos, terem baixas taxas de remuneração.

A CMVM diz que, perante isto, a supervisão tem de ter em atenção vendas de produtos financeiros que "tradicionalmente não apresentavam um grau de risco elevado".

Ainda no relatório hoje conhecido, a CMVM considera que os investidores menos qualificados são os mais propensos a investir em produtos complexos, mostrando-se preocupada com essa situação.

De acordo com uma análise interna da CMVM ao perfil e comportamento dos investidores individuais, os "indivíduos que têm níveis de escolaridade mais baixos, menor literacia financeira e profissões menos qualificadas são, entre os que participam nos mercados financeiros, os que têm maior probabilidade de investir em produtos financeiros mais complexos".

A CMVM diz que estes resultados são um "motivo de preocupação".

O regulador dos mercados financeiros considera ainda que conhecer o perfil dos investidores, quer sociodemográfico quer comportamental, é importante para melhorar a legislação que enquadra a criação e venda de produtos financeiros complexos, identificar grupos de risco e melhorar a literacia financeira.

As resoluções do BES e do Banif significaram perdas para milhares de investidores que compararam obrigações destes bancos.

Segundo a associação de lesados do Banif (Alboa), no ano passado foram apresentadas cerca de 1.500 reclamações por lesados do Banif à CMVM.

A ALBOA tem dito várias vezes que entre os obrigacionistas do Banif estão muitos clientes de poucas habilitações que, persuadidos pelos comerciais do banco, transferiram poupanças de depósitos para obrigações e dá mesmo como exemplo "situações vividas nos Açores, onde testemunhas referem que os comerciais bancários se deslocaram com frequência até aos campos de pastorícia de gado" para venderem as obrigações.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório