Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2018
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Shell não pagou 7 mil milhões de euros em impostos desde 2005

A petrolífera anglo-holandesa Shell deixou de pagar impostos na Holanda no valor de mais de 7 mil milhões de euros desde 2005, distribuindo 45 mil milhões aos seus acionistas através de um paraíso fiscal.

Shell não pagou 7 mil milhões de euros em impostos desde 2005
Notícias ao Minuto

18:31 - 16/06/18 por Lusa

Economia Imprensa

De acordo com o diário holandês Trow, que cita os cálculos da Fundação de Investigação de Empresas Multinacionais, a petrolífera usou o paraíso fiscal da ilha de Jersey, no Canal da Mancha, para canalizar 45 mil milhões de euros para os seus acionistas "provavelmente de forma indevida", segundo a investigação.

"Distribuindo dividendos através de uma filial britânica e por intermédio do paraíso fiscal de Jersey, a Shaell evadiu, desde 2005, os impostos sobre os dividendos entregues aos acionistas com a autorização das autoridades holandesas", escreve o diário.

Ainda segundo o jornal, o fisco holandês "procurou conscientemente espaço para acomodar" as pretensões da empresa no acordo entre as duas entidades, já que, em 2004, a petrolífera consistia em duas empresas diferentes que teriam de fundir-se numa só, devido à pressão dos acionistas.

Para evitar perdas para os acionistas britânicos, que provavelmente rejeitariam a operação financeira, a Shell emitiu dois tipos de ações, sendo que umas eram tributadas 'normalmente' na Holanda, e outras passariam pela ilha de Jersey, um conhecido paraíso fiscal com sede numa ilha entre a França e a Inglaterra.

Segundo o jornal, este esquema de fuga ao fisco abriu caminho para a fusão desejada pela Shell.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório