Meteorologia

  • 24 JUNHO 2018
Tempo
21º
MIN 21º MÁX 22º

Edição

Como pedir um certificado energético? Saiba também para que serve

A eficácia energética pode variar entre "A+", que representa o desempenho energético mais elevado e, assim, uma maior poupança, e "F", o que significa que a habitação tem pouca eficiência energética.

Como pedir um certificado energético? Saiba também para que serve
Notícias ao Minuto

07:08 - 13/06/18 por Noticias ao Minuto

Economia ComparaJá.pt

O certificado energético é um documento que avalia a eficácia energética de uma casa e é obrigatório nos casos em que um imóvel, novo ou antigo, seja colocado à venda ou para arrendar.

A certificação energética é realizada por técnicos autorizados pela Agência para a Energia (ADENE) e além da avaliação energética inclui também medidas de redução do consumo energético, explica a plataforma ComparaJá.pt, como por exemplo, o reforço do isolamento da casa ou a instalação de janelas com vidros duplos.

A classe energética é determinada por vários fatores, entre os quais, o ano de construção, localização, tipo de habitação ou a área.

“No entanto, é preciso saber que não é necessário solicitar um Certificado Energético de cada vez que se transaciona ou arrenda uma casa. Ou seja, o proprietário não precisa de pedir este documento novamente e pode utilizar o atual sempre que for necessário, desde que esteja válido”, refere o ComparaJá.pt.

Como pedir o documento?

Deve procurar por peritos qualificados na sua zona de residência. A ADENE disponibiliza uma Bolsa de Peritos Qualificados no seu site. Deverá comparar os valores cobrados e outros aspetos que são propostos por cada profissional.

Depois, deverá certificar-se que tem a seguinte documentação: Cópia da planta do imóvel, caderneta Predial Urbana, ficha Técnica da Habitação e Certidão de registo do imóvel na Conservatória.

Quanto custa um Certificado Energético?

O preço do documento varia consoante as características do imóvel. No caso de imóveis particulares o preço varia entre os 28 e os 65 euros, ao passo que no caso de edifícios de comércio o preço varia entre os 135 e os 950 euros, ainda de acordo com a plataforma.

“O Certificado Energético é também uma forma de levar as pessoas a serem mais ecológicas. Por um lado, ajuda o ambiente e, por outro, consegue poupar bastante nas faturas mensais de energia”, conclui o ComparaJá.pt.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.