Meteorologia

  • 14 AGOSTO 2018
Tempo
23º
MIN 21º MÁX 25º

Edição

Acordo para reduzir riscos da União Bancária permite dar passos decisivos

O ministro das Finanças, Mário Centeno, saudou hoje o acordo sobre um pacote de medidas para reduzir os riscos da União Bancária, considerando que, em junho, poderão ser dados passos decisivos para que seja completada.

Acordo para reduzir riscos da União Bancária permite dar passos decisivos
Notícias ao Minuto

14:07 - 25/05/18 por Lusa

Economia Mário Centeno

"O Conselho de Ministros da Economia e Finanças [Ecofin] aprovou hoje um importante pacote de medidas sobre o setor bancário. Este conjunto de medidas, muito diversificadas, tem um papel muito importante no conjunto de medidas que é suposto serem tomadas para completar a União Bancária durante este ano", começou por destacar o ministro das Finanças português após o Conselho Ecofin, em Bruxelas.

Mário Centeno salientou que as medidas hoje aprovadas vão tornar o setor bancário mais resiliente e mais capaz de apoiar a economia nos diversos países da área do euro.

"Fizemos um longo percurso para tornar os nossos bancos mais fortes. Desde o início da crise temos tomado medidas nesse sentido. Essas medidas têm-se traduzido na redução muito significativa dos empréstimos em incumprimento nos diferentes países. Queria sublinhar o caso português, em que ao longo do último ano esses empréstimos se reduziram num montante superior a 10 mil milhões de euros, mais de 20% do total, e temos a perspetiva que se venham a reduzir ainda mais nos próximos anos para aproximadamente metade do valor atual", recordou.

O também presidente do Eurogrupo, o fórum dos ministros das Finanças da zona euro, considerou que, com o acordo de hoje, estão reunidas as condições para que na Cimeira do Euro de junho sejam dados "passos decisivos em todas as restantes dimensões" da União Bancária, quer ao nível da redução de risco, como da partilha de risco, "como será o exemplo da criação do 'backstop' para o fundo de resolução único"

"Sempre colocámos a questão de junho como sendo um momento importante para avançar e detalhar um conjunto de medidas que temos de tomar, que sabemos que são bastante ambiciosas, para completar a União Bancária e o aprofundamento da União Monetária e Económica. O objetivo é dar passos nessa direção e eu estou convencido que, com o avanço que ainda hoje obtivemos no Conselho, estão criadas condições para que esses passos se comecem a dar", elucidou.

Centeno lembrou que o objetivo foi sempre "sequenciar as medidas".

"Eu usei a expressão desde o início, de que era esse o objetivo, o de sequenciar as tomadas de decisão e não de cortar a ambição nesse processo e é isso que estamos a fazer", completou.

Os ministros das Finanças da União Europeia, reunidos hoje em Bruxelas, alcançaram um acordo sobre um pacote de medidas para reduzir os riscos da União Bancária, um dos elementos-chave do processo de conclusão da União Económica e Monetária.

"Estou muito feliz por anunciar que, após dezenas de noites sem dormir, muitas reuniões e discussões, chegámos finalmente a um acordo entre os Estados-membros. Esta era uma das grandes prioridades da presidência búlgara e estamos muito contentes por termos conseguido alcançar um acordo" sobre um dos "marcos fundamentais para completar a União Económica e Monetária", declarou o ministro das Finanças búlgaro, Vladislav Goranov, na conferência de imprensa após o Conselho Ecofin, ao qual presidiu.

Alcançado o acordo ao nível dos Estados-membros, depois de cerca de ano e meio de negociações -- a Comissão Europeia apresentou a sua proposta em novembro de 2016 -, o Ecofin espera agora que as negociações com o Parlamento Europeu tenham início o mais brevemente possível, com vista à rápida adoção do novo pacote.

As propostas, que visam implementar as reformas acordadas a nível internacional na sequência da grande crise financeira de 2008, preveem que os bancos disponham de reservas de fundos suficientes para cobrir os riscos associados a empréstimos que venham a conceder e que possam tornar-se crédito malparado, através da alteração do regulamento sobre requisitos de fundos próprios.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.