Meteorologia

  • 25 JUNHO 2018
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 18º

Edição

Villarreal quer 'livrar-se' de Rúben Semedo, mas lei espanhola não ajuda

O Villarreal quer desfazer-se do jogador de 23 anos, mas não poderá substitui-lo por outro central até ao mercado de verão.

Villarreal quer 'livrar-se' de Rúben Semedo, mas lei espanhola não ajuda
Notícias ao Minuto

08:29 - 23/02/18 por Ricardo Santos Fernandes

Desporto Caso Rúben Semedo

Rúben Semedo encontra-se neste momento em prisão preventiva. A novela do central parece não ter um fim próximo à vista e o Villarreal já começa a fazer contas à vida.

No regulamento da Liga espanhola incluem-se algumas cláusulas em que um clube pode reforçar o seu plantel fora do período de transferências. Uma lesão de larga duração ou o pagamento de uma cláusula de rescisão podem levar que o clube lesado reconfigure a sua equipa com uma contratação.

Mas na lei espanhola não existe nada que contemple a eventualidade de um jogador ir para a prisão, como noticia o jornal Marca. Ou seja, mesmo que o Villarreal, se queira desfazer do jogador de 23 anos não poderá substitui-lo por outro central central até ao mercado de verão.

Ao antigo do jogador do Sporting faltam quatro anos de contrato, recebendo 1,3 milhões limpos por época. O Villarreal já deu o primeiro passo para encontrar uma solução de despedimento por justa causa, para assim não ter de pagar qualquer indemnização.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.