Meteorologia

  • 22 ABRIL 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Sporting - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

"Estamos confiantes e temos condições para vencer o Portimonense"

O técnico leonino fez a antevisão à receção ao Portimonense, marcada para as 18h de domingo.

"Estamos confiantes e temos condições para vencer o Portimonense"
Notícias ao Minuto

18:54 - 16/12/17 por Andreia Brites Dias

Desporto Jorge Jesus

Este sábado, Jorge Jesus fez a antevisão ao encontro com o Portimonense, relativo à 15.ª jornada da I Liga, marcado para as 18h de domingo. O treinador dos leões falou ainda sobre a condição física de Alan Ruiz e comentou o possível interesse do Sporting em Rúben Ribeiro. 

Jogo: O Portimonense tem feito bons jogos. E isso é um sinal para perspetivar que este jogo vai ser um jogo intenso e difícil para o Sporting. Mas estamos confiantes e achamos que temos condições para vencer o Portimonense, com todo o respeito que temos pela equipa. 

Battaglia e William: A qualidade de um jogador é o mais importante e isso tem sido transmitido nos jogos de Champions. O Sporting fez excelentes jogos com a Juventus e Barcelona, o que fez com que as equipas olhassem para os jogadores do Sporting como um 'fruto apetecível'. Mas isso para mim não é nada de anormal. Como o mercado abre em janeiro e, como toda a gente anda à procura de bons jogadores, o mercado português é apetecível, porque, em termos financeiros, interessa a Inglaterra, por exemplo. É  demonstração do valor da equipa do Sporting e daquilo que os jogadores fizeram. 

Sporting campeão? O Sporting esteve perto de ser campeão no meu primeiro ano porque esteve, até maio, a disputar o campeonato. Agora, este ano perto de ser campeão por estar em primeiro na primeira volta? Isso não está o Sporting nem ninguém. Mas o que é que o Sporting melhorou desde o meu primeiro ano? Melhorou tudo. Tal como a estrutura, que o clube tem vindo a desenvolver ao longo destes últimos anos. Mesmo perdendo alguns jogadores, estamos a construir uma equipa muito forte que terminou o meu primeiro ano com 86 pontos. Ainda estou a perceber como é que não fomos campeões com 86 pontos. 

Rotatividade: A nossa ideia, ao dar competição a jogador menos utilizados com o Vilaverdense, fazer com que, quando o Sporting possa precisar deles, possam corresponder às exigências. E que não se note quebra de intensidade. 

Portimonense - Nakajima e Fabrício: Têm feito muitos golos . É uma equipa que, ofensivamente, mostra que tem qualidade. Esses dois jogadores fazem parte das ações ofensivas do Portimonense e temos que ter cuidado. 

Gelson Martins: Ele está no princípio da sua carreira e ao pé do Ronaldo... Era bom! Era sinal que era um superstar. Mas estamos a trabalhar para isso. Tem ainda que caminhar, tal como o Ronaldo caminhou para estar onde está. São jogadores que não se podem comparar. O Gelson é um miúdo muito humilde e que gosta de aprender. Tem vindo a demonstrar que tem evoluído e seguramente que vai ser um jogador de top. 

Alan Ruiz: O Alan Ruiz foi um dos jogadores que eu pedi ao Presidente para contratar. Na primeira época cá, fez uma segunda volta espetacular. Tem umas caracterísitas que, sem competição e sem treinar como aconteceu, começa a perder muita qualidade. Ele é um jogador que não tem medo de ter bola e assim perde muitas bolas, e os adeptos começam a cobrar. Neste momento ele não se sente confiante, porque a confiança vem de dentro de campo. Que ele tem potencial e talento tem. Mas há outras componentes que, quando contratamos um jogador, não conhecemos. Há outras vertentes de um jogador que não sabemos. Isso faz com que não se consiga dar o passo por questões emocionais. O que tentamos fazer é tentar recuperá-lo. Insistir enquanto o jogador quiser. O que também pode ser complicado, principalmente perto do mês de janeiro. 

Fábio Coentrão, Mathieu: O Presidente teve a possibilidade de os trazer. Há jogadores de risco mas às vezes temos de avançar. Estes eram dois jogadores com confirmação do seu potencial futebolístico mas que não jogavam nas suas equipas há muito tempo. Nós arriscámos, primeiro na qualidade do jogador, e depois na forma como podíamos gerir com o departamento clínico. Mas vai ser até ao fim assim? Não sei. O que eu sei é que cada vez estão melhores. 

Rúben Ribeiro: O Rúben Ribeiro é um dos bons jogadores do nosso campeonato das equipas que não estão nos três grandes. Mas de  eu estar a dizer isto, se calhar amanhã ele já vai de vela para outro. 

Melhor treinador do que há três anos? Eu não tenho evoluído no Sporting. Tenho evoluído em todas as equipas onde tenho trabalhado. Desde que seja um treinador criativo, porque há treinadores que não são criativos... Os que têm capacidades para criar, estão sempre a evoluir. Sinto-me muito mais treinador ano após ano. Mas quem faz quem sejas melhor treinador é também a qualidade com quem trabalhamos. Às vezes, sinto que exagero um pouco mais. Às vezes, quero fazer de um jogador mais do que aquilo que ele é capaz de fazer. Para se fazer tudo isto é preciso ter tempo e este é o terceiro ano no Sporting. O Sporting está forte e estaria mais forte se no caminho não me tivessem levado alguns jogadores. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.