Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2017
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 13º

Edição

V. Guimarães despede-se da Liga Europa com empate

Equipa minhota do retificou na segunda parte uma entrada em falso no jogo, mas só conseguiu chegar à igualdade. Nulo no outro jogo do grupo serve de consolo ao conjunto Pedro Martins, que nem com o triunfo conseguiria o apuramento.

V. Guimarães despede-se da Liga Europa com empate
Notícias ao Minuto

22:15 - 07/12/17 por David.Marques

Desporto Liga Europa

O V. Guimarães empatou nesta quinta-feira com o Konyaspor em casa a um golo e está fora das competições europeias.

A missão era, à partida, ingrata para os vimaranenses. De calculadora na mão, a equipa de Pedro Martins estava condenada a somar os três pontos para ver uma luz de esperança ao fundo do túnel, mas nem isso poderia bastar-lhe para ser feliz, com o Marselha a precisar apenas de um ponto para selar a passagem aos 16 avos de final da Liga Europa.

Mas os minhotos foram curtos durante a primeira parte e acabaram por pagar por isso frente a um adversário que também estava obrigado a fazer pela vida e dependente de terceiros para continuar em prova.

O V. Guimarães pagou caro pela entrada amorfa em campo. Sem capacidade para assumir o jogo, a equipa minhota permitiu que conjunto visitante se sentisse cómodo.

Aos 15 minhtos, Mehdi Bourabia provocou os primeiros estragos no castelo, com um remate forte de fora da área que entrou ao ângulo esquerdo da baliza de Douglas.

O golo precoce do Konyaspor obrigava os vimaranenses a uma reação impositiva, mas continuava a faltar acutilância aos homens de Pedro Martins, que só conseguiram crescer no jogo a partir da meia-hora. Rafael Martins (35’) e Hurtado (38’) estiveram perto do empate, mas foram os turcos que estiveram mais perto de chegar ao intervalo a vencer por 2-0. Já dentro dos últimos 5 minutos da primeira parte, Evouna isolou-se, tirou Douglas da frente, mas atirou ao lado para alívio dos adeptos da equipa minhota.

Aos homens de Pedro Martins exigia-se uma reação diferente na etapa complementar. A entrada de João Aurélio para o lugar de Vigário no regresso dos balneários deu mais critério aos vimaranenses, que foram empurrando progressivamente o conjunto turco para o seu meio-campo.

Houve mais competência mas, acima de tudo – porque também era preciso isso - mais coração da equipa da casa: ingredientes que faltaram nas doses devidas nos 45 minutos anteriores.

O empate chegou aos 77’, num autogolo de Turan. Ainda a tempo de acreditar numa reviravolta e de uma ajuda austríaca no Marselha.

Mesmo com a barra de energia no ‘vermelho’, a equipa de Pedro Martins foi buscar forças e fez por ser feliz. Já nos descontos, Hurtado atirou forte à trave e Heldon também esteve perto do 2-1.

Por essa altura, a história do outro jogo já estava escrita: um nulo entre Marselha e Salzburgo afastava portugueses e turcos.

Momento do jogo: sem certezas de que o triunfo garantia o apuramento para os 16 avos da Liga Europa, o V. Guimarães ganhou após o empate e esteve perto da reviravolta já em período de descontos. Hurtado viu os três pontos barrados pela trave da baliza do Konyaspor.

Onze do V. Guimarães: Douglas; Victor Garcia, Jubal, Pedrão e João Vigário; Francisco Ramos, Guillermo Celis e Paolo Hurtado; Raphinha, Rafael Martins e Heldon;

Onze do Konyaspor: Serkan Kirintili; Sahiner, Ali Turam, Selim Ay e Oztorun; Ali Sahiner, Ali Camadali, Musa Araz e Fofana; Moke e Vedat Bora.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório