Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 5º MÁX 6º

Edição

I Liga - Os melhores tentos apontados na última jornada

Mais vídeos

Messi como Ronaldo: "Percebi que, às vezes, não jogar é o melhor"

Argentino diz ter chegado à conclusão que "o corpo paga a fatura por jogar muitos jogos".

Messi como Ronaldo: "Percebi que, às vezes, não jogar é o melhor"
Notícias ao Minuto

07:13 - 07/12/17 por Carlos Pereira Fernandes

Desporto Entrevista

A idade não perdoa”, eis um lema que se aplica à larga maioria dos seres humanos, até mesmo a… Cristiano Ronaldo e Lionel Messi.

O primeiro, com 32 anos, já por várias vezes admitiu que se viu obrigado a gerir o esforço ao longo da temporada para chegar na melhor forma física possível à hora das decisões. O segundo, com 30, admitiu, à estação televisiva argentina TyC Sports, que também optou pelo mesmo caminho.

“Percebi que o ano é longo, que há momentos da temporada que são mais duros que outros, porque vão-se passando os anos e o corpo paga a fatura por jogar muitos jogos. Percebi que, às vezes, não jogar é o melhor”, reconheceu.

Numa extensa entrevista, o jogador do Barcelona levantou, ainda, dúvidas quanto ao regresso à Argentina: “Disse muitas vezes que o meu sonho é jogar no Newell’s, mas não sei o que vai acontecer e uma parte dessa dúvida é devido ao momento do país”.

“Tenho uma família e, hoje em dia, primeiro estão os meus filhos e depois estou eu. Quero que cresçam tranquilos, podendo desfrutar da vida com segurança. É muito feio ver coisas que acontecem na Argentina. Sais à rua e querem roubar-te, podem chegar a matar-te”, lamentou.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório