Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 6º MÁX 8º

Edição

I Liga - Os melhores tentos apontados na última jornada

Mais vídeos

Bola de Ouro: Uma retrospetiva aos percursos de Neymar, Messi e Ronaldo

Cristiano Ronaldo é o grande favorito a vencera Bola de Ouro, mas tanto Messi como Neymar são candidatos com números invejáveis para qualquer jogador. A tão aguardada cerimónia de entrega da Bola de Ouro realiza-se esta quinta-feira e poderá acompanhar todos os detalhes da cerimónia em Desporto ao Minuto.

Bola de Ouro: Uma retrospetiva aos percursos de Neymar, Messi e Ronaldo
Notícias ao Minuto

08:09 - 07/12/17 por Luís Alexandre

Desporto Análise

Esta quinta-feira realiza-se a cerimónia de entrega da Bola de Ouro, em que, numa lista de 30 nomeados, Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Neymar são os grandes favoritos a levar o troféu para casa.

A poucas horas do evento, o Desporto ao Minuto decidiu fazer uma análise ao percurso e números dos três favoritos a vencer o prémio da France Football.

Neymar, de Barcelona a Paris a sambar como sabe

Neymar é dos jogadores mais amados do mundo do futebol e a sua qualidade é inegável. Em 2017 voltou a não desiludir e apresentou números 'assustadores'.

O craque terminou a época passada com 20 golos marcados (14 deles na segunda metade da temporada). Porém faltaram os títulos mais importantes (Liga dos Campeões e La Liga) ao serviço da formação blaugrana. O internacional brasileiro levantou apenas a Taça do Rei e a Supertaça espanhola.

Todavia, no verão passado, o jogador foi o grande destaque do mercado de transferências, ao mudar-se do Barcelona para o Paris Saint-Germain (por um valor de 222 milhões de euros, tornando-se na transferência mais cara de sempre).

Ao serviço do emblema parisiense, o atacante de 25 anos tem sido uma peça importante, se não fundamental, levando já 15 golos marcados e 11 assistências - num total de 73 remates certeiros que o PSG fez esta época.

Poderá não ser o grande vencedor da Bola de Ouro enquanto Messi e Ronaldo andarem pelo mundo do futebol, mas quando se reformarem, Neymar será o candidato mais forte na corrida ao melhor jogador do mundo.

Lionel Messi, o extraterrestre que estacionou a nave em Barcelona

Messi não é novo nestas andanças, o jogador já conquistou a Bola de Ouro por cinco ocasiões e este ano está novamente nomeado para o grande prémio da France Football.

O ano de 2017 não foi muito amigo para o avançado argentino, não por ter apresentado más exibições ao longo do ano, mas sim porque venceu apenas dois troféus (tal como Neymar, conquistou a Taça do Rei e a Supertaça espanhola). Houve pouca glória para o jogador do emblema catalão em termos coletivos.

Porém, em termos individuais, Lionel Messi foi o melhor artilheiro da Europa, com 37 golos marcados e venceu a Bota de Ouro. Um detalhe que demonstra que os 30 anos que já leva nas pernas não passam de um simples número.

Mas falando agora de números, até ao momento, o capitão da seleção argentina contabiliza qualquer coisa como 52 golos (31 marcados na segunda metade da época passada, 17 esta temporada e 4 ao serviço da seleção) – estatísticas que espelham bem a qualidade ofensiva do atleta.

Cristiano Ronaldo, o atleta superdotado que abrilhanta o Real Madrid

Por fim, mas não menos importante, temos Cristiano Ronaldo que teve um ano recheado de êxitos coletivos e individuais.

O jogador começou o ano da melhor forma com um golo marcado ao Granada, no dia 7 de janeiro, a contar para o campeonato, e a partir daí foi sucesso atrás de sucesso.

Depois de ter vencido a última edição da Bola de Ouro, o internacional português manteve o ‘chip’ de melhor do mundo e, em termos coletivos, conquistou o campeonato espanhol e a Liga dos Campeões.

Falando em Champions League, o astro luso marcou 12 golos – vencendo o prémio de melhor marcador da competição – e, para além disso, tornou-se no melhor marcador de sempre da prova, com 105 remates certeiros em 140 jogos.

De destacar ainda que o tento que Ronaldo marcou na final, frente à Juventus, fez dele o único jogador a marcar em três finais diferentes da Liga dos Campeões.

Quanto aos título individuais, o craque nascido na Madeira levou para a casa o prémio da FIFA The Best e foi considerado pelo site Goal.com como o melhor jogador de 2017.

Porém, este não foi só um ano de recordes no Real Madrid, mas também na equipa das quinas… com o símbolo de Portugal ao peito, Ronaldo agitou as redes da baliza contrária por 11 ocasiões, colocando-se no topo de melhores artilheiros de seleções. O capitão da selecção portuguesa passou a contabilizar 78 golos e, a nível mundial, saltou para o 5.º posto, a par do iraquiano Hussein Saeed, deixando para trás Pelé, que fez 77 pelo Brasil. 

Para finalizar, o jogador de 32 anos fez um total 48 golos em 2017 e parte para a cerimónia de entrega da Bola de Ouro como o grande favorito.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório