Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Dragão 'louco' só descansou à meia dúzia. FC Porto 'esmagou' P. Ferreira

FC Porto e Paços de Ferreira defrontaram-se este sábado, num jogo relativo à 9.ª jornada da I Liga.

Dragão 'louco' só descansou à meia dúzia. FC Porto 'esmagou' P. Ferreira
Notícias ao Minuto

22:20 - 21/10/17 por Francisco Amaral Santos

Desporto Direto

Análise: O FC Porto aplicou, este sábado, uma goleada das antigas. Os dragões receberam o Paços de Ferreira, num jogo referente à 9.ª jornada da I Liga, e... golearam (6-1). Sérgio Conceição tinha prometido uma "resposta" face ao desaire europeu na Alemanha, frente ao Leipzig, e os adeptos portistas só podem estar satisfeitos. 

Golos, bom futebol e espectáculo até final. Quem pagou bilhete para ir ao Dragão esta noite, certamente não ficará a pensar no dinheiro investido. 

Mas vamos por partes. Literalmente. 

Meia hora de loucos 

O que se pode dizer de uma primeira parte que contou com cinco golos? Pois bem, o FC Porto aproveitou a primeira meia hora para ‘atropelar’ o Paços de Ferreira de uma forma pouco vista. Os golos de Ricardo, Felipe e Marega (2) aos 35 minutos eram a prova mais que notada de que os dragões estavam a esmagar um Paços de Ferreira que ainda esboçou uma pequena reação por parte de Welthon (8’).

O FC Porto, na primeira parte, foi dono e senhor do jogo, geriu a seu bel-prazer e não permitiu grandes correrias aos comandados de Vasco Seabra. A estratégia de Sérgio Conceição pareceu ser só uma: marcar, marcar e marcar.

Resultado? Manuel Oliveira apitou para o regresso aos balneários e o marcador registava uns expressivos 4-1. O triunfo parecia mais que garantido e ainda faltavam 45 minutos de jogo por disputar.

Segunda parte só de um sentido 

Se na primeira parte o Paços ainda esboçou uma reação, na segunda isso esteve muito longe de acontecer. O FC Porto não tirou o pé do acelerador e massacrou a formação pacense até final. Mesmo até ao último minuto da partida. Pelo meio, ainda marcou mais dois golos. E ainda houve outro anulado. 

Aboubakar (65') e Corona (72') também quiseram participar na goleada azul e branca e deixaram Mário Felgueiras, guardião adversário, à beira de um ataque de nervos. O FC Porto dominou a partida em todos os parâmetros e deixa uma certeza. Quando embala, é uma máquina de fazer golos. Os adversários que se cuidem. O FC Porto não está para brincadeiras e promete intimidar quem visitar o Dragão. 

Momento do jogo: O momento em que Marega faz o 3-1 da partida acabou praticamente com as remotas hipóteses do Paços de Ferreira. Desde então, só deu FC Porto e o resultado não merece qualquer tipo de contestação. 

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório