Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Casillas? "Tenho confiança na gestão de balneário que o Sérgio faz"

No meio de uma agenda apertada, o Desporto ao Minuto ‘roubou’ alguns minutos de conversa a Miguel Guedes para falar do momento atual dos portistas e do futebol português.

Casillas? "Tenho confiança na gestão de balneário que o Sérgio faz"
Notícias ao Minuto

09:00 - 20/10/17 por Pedro Filipe Pina

Desporto Miguel Guedes

Todas as semanas, Miguel Guedes integra o painel de comentadores do Trio d’Ataque, na antena da RTP 3. É sobre ele que recai o azul-e-branco de uma conversa que junta as cores dos três grandes do futebol português.

Nos tempos que correm, em que boa parte do debate desportivo se centra no que se passa fora de campo, Miguel Guedes não deixa de abordar as polémicas que marcam o futebol português, do caso dos e-mails às comparações com o processo Apito Dourado, uma história que  está ainda por contar "na totalidade" diz-nos.

Mas, para lá das polémicas, o comentador desportivo não esquece que a bola a correr em campo é fecunda em oferecer-nos surpresas. Mesmo as menos agradáveis para um adepto portista, como a "surpreendente" equipa do RB Leipzig, que conseguiu a sua primeira vitória europeia de sempre frente ao FC Porto.

O FC Porto está imbatível no campeonato, mas na Liga dos Campeões soma duas derrotas em três jogos. É um FC Porto de 'duas caras'?

Acho que cada jogo é um jogo e obviamente que são competições muito diferentes e que, naturalmente, convocam necessidades diferentes. O jogo com o Besiktas [primeira jornada, derrota em casa por 1-3] foi um jogo onde o FC Porto, do meu ponto de vista, estendeu uma passadeira no meio-campo, fruto do que não funcionou em grande parte do jogo.

Foi diferente deste jogo com o RB Leipzig.

Para já o Leipzieg é uma belíssima e surpreendente equipa, com jogadores muitíssimo rápidos.

Ficou surpreendido com a velocidade do RB Leipzig?

Sim, é uma equipa muito capaz, que teve movimentos de rutura muito personalizados. E há ali um trabalho muito bem feito para aquele tipo de jogadores, velozes e com imensa capacidade física na disputa de bola e no controlo do meio campo.

Já o FC Porto deu-me a sensação de que nunca entrou verdadeiramente a jogar aquele jogo. E a sensação com que saí foi a de um FC Porto que esteve sempre um metro atrás de onde devia estar posicionado ou que raramente ganhava as segundas bolas. Foi um FC Porto que nunca esteve em inferioridade numérica no meio campo mas que jogava a um ritmo assustadoramente baixo, tendo em conta o adversário. São jogos em que, se uma equipa sente que não está a entrar em jogo, começa a desconfiar dos próprios processos e, depois, naturalmente, aparecem os erros individuais, e foi isso que aconteceu. Foi também um conjunto de erros individuais e de azares que acontecem em jogos em que a equipa não se sente confortável.

Sérgio Conceição apostou em José Sá em vez de Casillas, afirmando ser uma questão técnica. O FC Porto corre o risco de abrir uma incerteza na baliza, à semelhança do que aconteceu no Benfica?

Foi uma decisão surpreendente e que só o Sérgio Conceição poderá explicar. Eu tenho enorme confiança na gestão de balneário que o Sérgio faz e não tenho a mínima dúvida de que, se o entendeu assim, foi no sentido de reforçar o grupo. Não poderia ser de outra forma. Vamos ver agora como é que o Sérgio e o grupo vão gerir esta opção, que é uma opção particular e também de risco. Mas já se percebeu que o Sérgio Conceição está a mudar o foco do FC Porto em relação àquilo que foi a sua falta de identidade dos últimos anos. E, portanto, total confiança.

O caso dos emails tem marcado a atualidade do futebol português. Recentemente a providência cautelar do Benfica foi indeferida pelo tribunal. O que podemos ainda esperar deste caso?

Há um país que já percebeu que não há, no que diz respeito ao desporto e ao futebol em particular, uma divisão entre os bons e os maus, o mundo não é a preto e branco. E muita gente que repousava a sua ideia de falta de fair play no desporto ou de manobras menos legais olhava para o lado do preto, pensando que vestia de branco, apercebe-se que as coisas não são assim e que há toda uma narrativa por ser pintada. Estes episódios mais recentes dos emails são, no fundo, de procura da verdade, e a [rejeição da] providência cautelar é um reforço daquilo que nós nunca perdemos desde o 25 de Abril, por mais que algumas pessoas gostassem [que tivéssemos perdido], que é a possibilidade de podermos dizer, denunciar, pôr em causa, investigar e punir se for caso disso.

A FPF e a Liga de Clubes têm dado a devida atenção ao caso?

Há momentos em que me sinto algo perplexo pela forma como as pessoas omitem algumas situações que me parecem relevantes. Percebo que há toda uma investigação que está a decorrer e há toda uma prudência que deve ser exercida porque ninguém é culpado até ao momento em que a sentença tenha transitado em julgado. Estamos ainda longe dessa afirmação definitiva, mas parece-me que o que se está a passar deveria merecer atenção por parte dos responsáveis, até porque há um clima algo insustentável que se está a criar em muitos momentos no futebol português, com muitas situações por resolver do ponto de vista da legalidade, não só dos intervenientes como também de espetadores de eventos desportivos, que mereceria dos responsáveis da Liga e da Federação uma palavra que fosse mais sobre as causas e não sobre os reflexos.

O facto de ser o FC Porto a revelar emails leva muitos comentadores ligados ao Benfica a recordar o Apito Dourado. Há semelhanças entre os dois casos?

O que me parece é que a narrativa sobre o Apito Dourado é uma narrativa que alguns conseguiram fazer passar como também ela unidimensional. Como se o Apito Dourado fosse de uma cor que só servia um clube, ou uma entidade. E a história do Apito Dourado está por contar. Julgo que o FC Porto terá muita vontade que a história seja contada na sua totalidade. Também aí, não sendo da época dos e-mails, haveria certamente muita comunicação por revelar.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório