Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Inspiração do Vitória SC foi curta para travar 'gigante adormecido'

O Vitória SC viajou até ao reduto do Marselha e perdeu 2-1, chegou a estar a ganhar mas o poderio ofensivo da equipa da casa não deu hipóteses.

Inspiração do Vitória SC foi curta para travar 'gigante adormecido'
Notícias ao Minuto

19:53 - 19/10/17 por Luís Alexandre

Desporto Acompanhamento

Esta quinta-feira, o Vitória SC voltou a falhar a hipótese de somar os primeiros três pontos na Liga Europa, ao perder 2-1 com o Marselha, na terceira jornada do Grupo I.

Combate intenso mas sem vencedores 

Depois de dois resultados menos positivos na Liga Europa (frente ao Salzburgo e Konyaspor), o Vitória SC necessitava de conquistar pontos em território francês, diante da equipa teoricamente mais forte do grupo I.

Os vimaranenses entraram na partida compactos, sem dar grande espaço à equipa adversária e atentos às individualidades contrárias.

O foco de Pedro Martins para o jogo desta tarde centrou-se numa defesa em bloco baixo e aproveitando as transições rápidas em momentos de fragilidade defensiva do Marselha. Um plano que teve sucesso nos primeiros vinte minutos da partida, através de uma saída de contra-ataque e finalizada por Rafael Martins (17').

Porém, após o remate consentido, os gauleses acordaram e foram à procura do resultado. O ataque foi subindo de rendimento e tornou-se cada vez mais perigoso para o ‘muro vimaranense’ aguentar e não deixar-se ir abaixo.

No entanto, o extremos iam aproximando-se com maior regularidade junto da baliza de Miguel Silva. Aos 28 minutos, o lateral do Vitória SC não conseguiu acompanhar a extrema velocidade de Sanson, que cruzou para os pés de Ocampos e este disparou para o fundo das redes, fazendo assim o golo da igualdade.

Até ao fim do primeiro tempo, os pupilos de Pedro Martins não conseguiram chegar com perigo à área contrária, o domínio do Marselha foi claramente esclarecedor. 

Muro perto de ruir segurou-se (quase) até à última instância

No segundo período, o Vitória SC apresentou-se apreensivo e algo distraído, entregando o controlo de bola ao adversário. A equipa sentiu muitas dificuldades em conseguir chegar com sucesso à baliza de Mandanda. 

A história do jogo girou à volta dos ataques do Marselha, os forasteiros não conseguiram conter nem o setor ofensivo nem o intermédio, o meio-campo do emblema de D. Afonso Henrique não teve qualquer expressão e, muito menos, influência - o que trouxe mais pressão atacante sobre os defesas do Vitória SC.

Era uma questão de tempo até os Olympiens fazerem a reviravolta no marcador, que acabou por acontecer aos  76', através do jovem de 19 anos, Maxime Lopez. Os vimaranenses ainda foram atrás do prejuízo, mas foi tarde demais para conseguir revirar o resultado.

Com este resultado negativo, o Vitória SC encontra-se no último lugar do grupo, com apenas um ponto, e vê o caminho para os 16 avos de final cada vez mais apertado. 

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório