Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Aboubakar relembra dragão das velhas glórias

Os dragões bateram o Monaco por 0-3, numa goleada que já não se via há muito.

Aboubakar relembra dragão das velhas glórias
Notícias ao Minuto

08:20 - 27/09/17 por Notícias Ao Minuto

Desporto Análise

Apesar de uma entrada de pé esquerdo na Liga dos Campeões, com uma derrota por 1-3 diante do Besiktas em casa, o FC Porto foi recompensado com uma noite de sonho no Mónaco.

Os dragões venceram no Stade Louis II os pupilos de Leonardo Jardim por 3-0, numa goleada que já não se via há muito – a última vez que os azuis e brancos golearam fora de portas foi em 2014, frente ao BATE.

A melhor maneira de antecipar o Clássico com o Sporting, que se realizará no domingo no estádio de Alvalade, onde a vitória poderá isolar confortavelmente o emblema portista.

Camarão à moda do FC Porto surpreende burguês monegasco

O grande destaque da noite vai para Aboubakar que bisou na partida e mostrou o que é um verdadeiro artilheiro, uma referência no ataque que já não se via desde a saída de Jackson Martínez para o Atlético de Madrid.

E com a ajuda de Marega - que fez duas assistências diante do Monaco - o avançado camaronês consegue atingir a sua plenitude em termos de qualidade. O jogador não fica isolado e recebe muitas bolas de qualidade que o deixam em vantagem para finalizar.

Brahimi de encanto em encanto

O médio argelino – que na época passada, às ordens de Nuno Espírito Santo, esteve uns degraus abaixo do que tinha mostrado até então - também foi um dos pontos altos da equipa do FC Porto. O jogador foi omnipresente no setor intermédio dos dragões.

O internacional argelino intercetava, levava o esférico para os corredores mais ofensivos e ainda fazia passes (de enorme) qualidade – tal como aconteceu no segundo golo do emblema da cidade Invicta, o seu passe teleguiado para os pés de Aboubakar foi algo maravilhoso de se ver.

É notório que ao longo desta temporada, Brahimi tem melhorado em todos os aspetos e se continuar nesta linha crescente, de certeza, teremos um dos jogadores que marcará a presente edição da I Liga.

Sérgio Conceição, o cerebral da tática

Os jogadores de Sérgio Conceição entraram com a lição mais que estudada - sabiam que o Monaco iria entrar em campo pressionante e a apostar na velocidade - e isso foi visto logo desde início.

Para ‘desconfigurar’ a tática de Leonardo Jardim, o treinador do FC Porto colocou Danilo Pereira mais recuando em campo, jogando mais aproximado dos defesas na tentativa de diminuir o erro na hora do passe e evitar que o esférico caísse na poderosa ofensiva monegasca.

De acrescentar que também os laterais azuis e brancos estiveram bem dentro de campo, apresentando velocidade e consistência, o que permitiu à equipa ter dinâmica e sair a jogar com qualidade. Quanto ao meio-campo portista esteve sóbrio e dinâmico muito graças à noite inspirada de Brahimi – como foi referido em cima.

MonacoVSFC Porto
54%Posse de Bola46%
25%Ataque Perigoso15%
34%Bola segura41%
9Tentativa de Golo11
5Remates à Baliza9
4Remates Fora2
3/0Cartões Amarelos/Vermelhos4/0
13Faltas17
1Defesas5
8Pontapés de Canto4

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório