Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2017
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 14º

Edição

Águia agarra Chaves no último suspiro e leva-as para o seu ninho

O Benfica sofreu para vencer o Chaves fora (1-0). O único golo da partida foi marcado no período de descontos.

Águia agarra Chaves no último suspiro e leva-as para o seu ninho
Notícias ao Minuto

08:15 - 15/08/17 por Notícias Ao Minuto

Desporto Jornada

Na segunda-feira, o Benfica conquistou a sua segunda vitória nos dois primeiros duelos da I Liga, mas desta vez, com mais sofrimento do que no jogo frente ao Sporting de Braga. O Chaves foi um adversário ‘duro de roer’ para as águias.

A partida de ritmo frenético, não teve uma equipa dominadora, muito pelo contrário, teve dois emblemas que procuram o triunfo a todo o custo – com ataques e contra-ataques continuamente presentes ao longo dos 90 minutos.

Pouca eficácia quase 'mata' águia

Os números da partida mostraram dados bastantes curiosos e, principalmente, preocupantes para as águias. A equipa de Rui Vitória, em 16 remates, sete foram à baliza contrária e apenas… um deu em golo.

Só Salvio, falhou três oportunidades de ouro em frente à baliza de Ricardo Nunes. Um aspeto que Rui Vitória precisará de afinar para os próximos duelos, caso contrário poderá vir a ter alguns dissabores ao longo da época.

Seferovic: A águia que salvou o Benfica

Com lances desperdiçados atrás de lances desperdiçados, Seferovic foi o avançado que se mostrou em melhor nível, em comparação com Salvio e Jonas. Quando tinha a bola, o jogador suíço quase sempre provocou grande perigo à baliza do guarda-redes transmontano. 

No entanto, Seferovic aproveitou a chance de ouro a que teve direito. Através de um passe teleguiado de Rafa, o atacante dá um toque subtil no esférico - passa por entre as pernas de Ricardo - e marca o derradeiro golo, que 'ofereceu' os três pontos ao tricampeão nacional. 

Flavienses mostram garra ao som do Samba

O Chaves apresentou-se em campo, ao mais alto nível, apostando na pressão alta e na intensidade de jogo. Luís Castro montou uma equipa bem oleada e preparada para a ofensiva encarnada, tendo Matheus Pereira como protagonista.

O jogador emprestado pelo Sporting mostrou que chegou aos flavienses não para passear mas sim para mostrar a sua qualidade e tentar impor-se no futebol português. 

No jogo diante do Benfica, o extremo brasileiro esteve em grande destaque: Atacava, defendia, assistia... nunca perdia o rumo da partida. A única coisa que faltou a Matheus foi algum discernimento no momento de tomar certas decisões - o que é normal num atleta de apenas 21 anos.

Para além de Matheus Pereira, também Nuno André Coelho esteve ao mais alto nível, se não fosse os seus cortes in extremis, o Chaves poderia ter sofrido mais cedo e até mais golos. O capitão de equipa, mostrou à ofensiva encarnada que é o patrão da defensa, nunca deu grande espaço ao setor atacante do Benfica, mas quando o dava, estava lá para emendar a situação.

ChavesvsBenfica
41%Posse de Bola59%
47%Ataques42%
24%Ataques Perigosos24%
30%Bola Recuperada34%
4Remates à Baliza7
4Remates Fora 9
5Cantos13
12Faltas15
0/0Cartões Amarelos/Vermelhos0/0
6Defesas4

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório