Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2018
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 21º

Edição

Santos pode recorrer à FIFA devido à transferência de Neymar para o PSG

Transferência pode não ser considerada uma venda.

Santos pode recorrer à FIFA devido à transferência de Neymar para o PSG
Notícias ao Minuto

19:59 - 02/08/17 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Negócio

O Santos pode ser ‘fintado’ e não receber qualquer euro pela transferência de Neymar. Segundo adianta um jornalista do site UOL, o Barcelona e o PSG entendem que o pagamento da cláusula de rescisão do avançado brasileiro não se caracteriza como “venda, o que, na prática, não obriga a que haja um valor a pagar ao clube que formou o atleta.

No entanto, o Santos acredita que, por precedentes da FIFA, tem direito a receber parte dos 222 milhões de euros que envolve o maior negócio da história do futebol mundial. Na teoria, perante este valor, o ‘peixe’ teria a receber qualquer coisa como 11 milhões de euros.

O artigo 21 do estatuto de transferência não especifica se o valor que deve ser pago ao clube formador inclui o pagamento da cláusula de rescisão.

''Se um profissional é transferido antes do seu contrato expirar, qualquer clube que contribui para sua formação e treino tem direito a receber uma percentagem de compensação”.

Caso o Santos não receba qualquer valor, o clube poderá mesmo recorrer à FIFA.

Aposte 20€ sem risco e ganhe 420€, como o Sporting vai estar a ganhar ao intervalo mas no fim o Braga vence o jogo!

 Aposte 20€ sem risco como o Sporting vai ganhar ao Braga por 2-1, 3-1 ou 4-1 e ganhe 108€!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório