Pedro Martins espera V. Guimarães a "assumir" o jogo frente ao Boavista

O técnico esclareceu ainda que, depois da subida ao quarto lugar, a equipa continua com a mesma responsabilidade para atingir tal meta e precisa de "continuar a conquistar vitórias e pontos", a começar já no domingo, com os 'axadrezados', antevendo uma "luta renhida até à última jornada" com o Sporting de Braga, quinto, com 51 pontos.

© Global Imagens
Desporto I Liga

O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, disse hoje que a sua equipa vai assumir o jogo de domingo com o Boavista, da 30.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, considerando-o "mais importante" para os vitorianos.

PUB

O técnico da formação minhota, que ascendeu à quarta posição, com 53 pontos, após o triunfo da ronda anterior no reduto do Desportivo de Chaves, por 3-2, mostrou-se convicto que o duelo com os 'axadrezados' vai ser "muito disputado", até pela "rivalidade de várias décadas", embora seja "mais importante" para a sua equipa, precisamente pelo objetivo do quarto lugar.

"É evidente que vai ter um assumir mais do jogo do Vitória, porque joga em casa perante o nosso público. Vamos ter um jogo entre uma equipa que não tem nada a perder, que acabou por fazer um campeonato muito regular, e outra como a nossa, com muito caminho pela frente", disse, na conferência de antevisão à partida.

Os vimaranenses, que atravessam um ciclo de quatro triunfos consecutivos, vão defrontar um Boavista com outros tantos jogos sem triunfos e que ocupa o 10.º posto, com 35 pontos, estando desfalcado dos médios Idris e Fábio Espinho, devido a castigo, mas Pedro Martins avisou que a equipa do Porto costuma ser "competente" a jogar fora e vai aparecer em Guimarães "sem pressão".

"Se o adversário, nesta fase, está a ter resultados menos bons, fora tem sido uma das equipas mais difíceis de bater, até pelos números que apresenta. Independentemente de não jogarem o Idris e o Fábio Espinho, vamos encontrar uma equipa forte e que nos vai criar dificuldades", afirmou.

O técnico esclareceu ainda que, depois da subida ao quarto lugar, a equipa continua com a mesma responsabilidade para atingir tal meta e precisa de "continuar a conquistar vitórias e pontos", a começar já no domingo, com os 'axadrezados', antevendo uma "luta renhida até à última jornada" com o Sporting de Braga, quinto, com 51 pontos.

O timoneiro recusou ainda que possa existir algum episódio de violência no jogo, depois da confusão entre jogadores no túnel do Estádio do Bessa, na quarta ronda da Taça de Portugal, que o Vitória venceu por 2-1, após prolongamento, considerando que os vitorianos têm dado, nesta época, "uma demonstração dos valores do futebol" e da "segurança com que se vive o futebol em Guimarães".

Pedro Martins revelou ainda que há ainda esperança que o ponta de lança Rafael Martins possa integrar as opções para o duelo com a equipa treinada por Miguel Leal e, questionado sobre o rendimento de Texeira, com quatro golos nos últimos quatro jogos, respondeu que o uruguaio trabalhou sempre de "forma exemplar", mostrando ser um "grande profissional" quando não era opção.

O Vitória de Guimarães, quarto classificado, com 53 pontos, recebe o Boavista, 10.º, com 35, pelas 18:00 de domingo, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, num jogo que será arbitrado por Carlos Xistra, da Associação de Futebol de Castelo Branco.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser