Cavani homenageou 'Chape' e levou amarelo. Veja o que lhe disse o árbitro

O sul-americano marcou ontem no jogo frente ao Angers e nos festejos exibiu uma mensagem de solidariedade para com as vítimas da tragédia da Chapecoense.

© Reuters
Desporto Uruguaio

Edinson Cavani teve ontem, quarta-feira, um gesto incrível. Depois de marcar, o uruguaio tirou a camisola e por baixo do equipamente exibiu uma mensagem de apoio à Chapecoense.

PUB

“Fuerza” podia ler-se na camisola. Porém, o gesto do sul-americano não foi bem recebido pela equipa de arbitragem que, mesmo reconhecendo a ação solidária, lhe mostrou o cartão amarelo.

Agora, segundo a imprensa brasileira, o avançado revelou que, no final da partida, o árbitro Frank Schneider foi falar consigo para o parabenizar pelo seu ato.

"Eu falei em inglês com o árbitro e ele disse-me que foi um gesto bonito, mas que foi obrigado [a dar o cartão] e que não é permitido mostrar mensagens tirando a camisa", afirmou.

"O mais importante foi que pude mandar a mensagem que eu gostaria. Foi um momento muito emocionante", completou.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS