Ex-presidente do Barcelona negociou Deco e quase ficou com... CR7

Joan Laporta revela que poderia ter contratado o português, que então jogava no Sporting, por 17 milhões de euros.

© Reuters
Desporto Joan Laporta

É já mais que conhecida a história de como Cristiano Ronaldo deixou o Sporting para assinar pelo Manchester United, após o famoso jogo inaugural do novo Estádio José de Alvalade, em 2003.

PUB

No entanto, a carreira do internacional português poderia ter sido radicalmente. Joan Laporta, ex-presidente do Barcelona, revelou, em entrevista ao jornal espanhol Marca, que teve nas mãos a oportunidade de contratar o agora jogador do Real Madrid.

“Tínhamos contratado Ronaldinho, Márquez e Quaresma. Estávamos num processo de reconstrução de tudo aquilo que era o clube. Na altura, ele estava no Sporting, antes de assinar pelo Manchester United, e falámos com o seu agente, que queria vender-nos o Deco”, começou por dizer.

“Dissemos que não podíamos, porque não podíamos esticar-nos ainda mais, mas ele disse-nos que tinha outro rapaz muito bom. Era o Ronaldo. Tinham acordado vendê-lo por 19 milhões ao United, mas, a nós, faziam-nos por 17”, acrescentou.

O antigo dirigente abordou, ainda, a eterna rivalidade entre Cristiano Ronaldo e Lionel Messi: “Penso que ele [Messi] é o melhor jogador da história do futebol. Há outros com muita qualidade, mas o Leo está acima de todos. Tem talento natural, golo, é um líder… Tem tudo. Além disso, é humilde”, rematou.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS