[0-0] Ainda não foi desta. FC Porto empata novamente e agudiza crise

Dragões continuam 'seca' de golos e empatam a zero no primeiro jogo do grupo B da Taça da Liga, frente ao Belenenses.

© Global Imagens
Desporto Taça da Liga

Resumo: O FC Porto recebeu esta terça-feira, no Dragão, o Belenenses, tentando obter outro resultado que não o do jogo do fim de semana passado, a contar para o campeonato. Contudo, o 0-0 do encontro da 11.ª jornada repetiu-se e os dragões já vão em cinco jogos sem saberem o que é vencer.

PUB

Mas vamos à história do jogo. Apesar da ausência de vitórias e da falta de golos, Nuno Espírito Santo confiou nos seus jogadores de segunda linha para alcançar o triunfo frente aos azuis do Restelo. Depoitre, Brahimi e o lateral Inácio (da equipa B) foram alguns dos nomes lançados de início pelo treinador portista.

A equipa do FC Porto sentiu claramente a falta de entrosamento, mas durante a primeira parte tentou sempre camuflar as alterações que Nuno Espírito Santo efetuou com uma pressão forte exercida pelo adversário.

O Belenenses mostrou sempre ser uma equipa que não queria estar encostada. Na hora de atacar mostrava-se sempre criteriosa, embora não tenha conseguido criar perigo a José Sá, nos primeiros 45 minutos.

O FC Porto ainda festejou um golo, mas Felipe estava em posição irregular (pelo menos, foi o que árbitro entendeu) e o tento do central brasileiro acabou por ser anulado.

Antes de as equipas recolherem aos balneários, houve tempo para Benny fazer uma entrada bastante dura sobre Rúben Neves e receber o cartão vermelho direto por parte do árbitro da partida, Nuno Almeida.

Já lá vão mais de 400 minutos sem marcar...

Na segunda parte, o FC Porto a jogar contra 10 unidades tinha obrigatoriamente de assumir as despesas do jogo. Os azuis e brancos partiram para cima do Belenenses e tiveram algumas oportunidades, mas a verdade é que o problema da finalização continuou a assombrar a equipa do Dragão.

O tempo ia passando e os jogadores iam perdendo algum discernimento na hora de atacar. O Belenenses, apesar de estar com 10 jogadores, nunca se desorganizou e conseguiu muitas vezes afastar o perigo da sua baliza.

Acabou por ser um segundo tempo de sentido único: o FC Porto foi sempre a equipa dominadora mas o golo teimou em não aparecer. O apito final chegou e confirmou um registo negativo para os azuis e brancos. Já lá vão mais de 400 minutos sem marcar um golo esta temporada.

Momento do jogo: Expulsão de Benny aos 41 minutos. O Belenenses ficou reduzido a 10 elementos e o FC Porto teoricamente teria a tarefa mais facilitada para chegar à vitória.

_______________________________________

Onze do Belenenses: Ventura; João Diogo, Domingos Duarte, Gonçalo Silva e Mica Pinto; Yebda, João Palhinha e Luís Silva; Benny Dias, Andric e Miguel Rosa.

Suplentes do FC Porto: João Costa, Sérgio, Adrián, João Teixeira, Erik, F. Fonseca, Rui Pedro.

Onze titular do FC Porto: José Sá, Varela, Marcano, Felipe, Inácio; Rúben Neves, Herrera, Evandro, André André, Brahimi e Depoitre.

Antevisão: Sem vencer há quatro jogos, desde o clássico com o Benfica, o FC Porto necessita urgentemente de regressar aos triunfos para dar um pontapé na crise de resultados que tem assolado o Dragão.

Esta partida frente ao Belenenses é uma reedição da partida do passado fim de semana, em que os dragões não foram além de um empate a zero, no Restelo, num jogo que Nuno Espírito Santo tinha feito a promessa aos adeptos de que viria a Belém conquistar os três pontos. A verdade é que isso não aconteceu e, agora, o técnico portista quer dar a volta por cima.

“Não espero um Belenenses diferente. Espero é um resultado diferente”, disse Espírito Santo, na antevisão desta partida.

Com alguns problemas em marcar golos, o técnico dos azuis e brancos quer dar respostas dentro de campo. “Finalização? Já se falou demasiado nesse tema. As palavras já não têm significado. Neste jogo temos a oportunidade de acabar com esta fase”.

De resto, Nuno Espírito Santo deverá fazer descansar vários dos habituais titulares. Casillas, Diogo Jota e André Silva serão alguns dos nomes que o técnico dos dragões irá deixar de fora, segundo o jornal A Bola.

O encontro referente à primeira jornada do grupo B, da Taça da Liga, tem início marcado para as 21h15 e vai ser apitado pelo árbitro Nuno Almeida.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS