Pelé afirma que "o mundo do futebol está de luto"

O antigo futebolista brasileiro Pelé afirmou hoje, através de mensagem nas redes sociais, que "o mundo do futebol está de luto" pela "tragédia" do acidente aéreo na Colômbia, com um avião em que viajava o clube brasileiro Chapecoense.

© Getty Images
Desporto Acidente

"É uma tragédia. Envio as minhas condolências às famílias dos falecidos. Descansem em paz.", escreveu Edson Arantes do Nascimento, que se tornou conhecido pelo nome de Pelé.

PUB

Pelé também publicou uma fotografia do emblema da Chapecoense, um modesto clube do estado de Santa Catarina, que quarta-feira devia disputar a primeira mão da final da Taça Sul-Americana, o equivalente na América do Sul à Liga Europa, no que é o maior feito do clube em 43 anos de história.

Adeptos, clubes brasileiros, autoridades e futebolistas de todo o mundo manifestaram hoje o seu pesar pelo acidente aéreo, que acabou por vitimar a grande maioria do plantel da equipa de Chapecó.

Segundo a agência de Aeronáutica Civil da Colômbia (Aerocivil), 81 pessoas viajavam no avião que se despenhou perto do aeroporto internacional de Medellín. Pelo menos 75 pessoas morreram.

O avião despenhou-se quando se dirigia para o aeroporto José María Córdoba, em Medellin, onde a equipa da Chapecoense jogava na quarta-feira o primeiro jogo da final da Taça Sul-americana, frente ao Atlético Nacional colombiano.

Em comunicado, o aeroporto de Medellín refere que o avião, com matrícula da Bolívia, "declarou-se em emergência" às 22:00 locais (03:00 em Lisboa) "por falhas técnicas", de acordo com a transmissão feita para a torre de controlo.

O avião tinha saído do aeroporto Viru Viru, de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, onde aparentemente tinha realizado uma escala técnica.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS