"Bruno de Carvalho? Não cedemos a pressões nem a lobbies"

Em entrevista ao jornal A Bola, Carlos Pereira, presidente do Marítimo, fala das relações com os presidentes dos três grandes, à margem de uma conversa sobre o novo estádio do clube.

© Global Imagens
Desporto Carlos Pereira

Carlos Pereira, presidente do Marítimo, aborda esta terça-feira, em declarações ao jornal A Bola, a sua relação com os máximos responsáveis dos três clubes.

PUB

O dirigente do clube madeirense confirma que não mantém boas relações com Bruno de Carvalho, sobretudo pela, alegada, prepotência do presidente do Sporting, confirmando também que considera que Pinto da Costa saberá dar a volta ao mau momento do FC Porto.

“Já nos cruzámos várias vezes. Devido ao seu comportamento e forma de ser, houve uma distância entre nós, pois o Marítimo não cede ao que é a prepotência”, começa por referir.

“É verdade que estive em Alvalade a negociar o Danilo, é verdade que ele não concluiu e ficou ofendido e perdeu o de Marega e José Sá. (…) É preciso que do outro lado se respeite o Marítimo. Não cedemos a pressões nem a lobbies”, aitra sobre BdC, falando sobre o FC Porto.

“Todos os clubes têm ciclos. Este pode ser menos bom, mas a verdade é que o FC Porto não perdeu a identidade. Quem se habituou a estar lá em cima e depois desce dois degraus não fica satisfeito”, considera.

“Acredito que Pinto da Costa vai dar a volta. É um sabedor da matéria. Tem tudo para ultrapassar as dificuldades. (…) Pinto da Costa não perdeu faculdades”, finaliza.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS