Meteorologia

  • 12 NOVEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Antigo dirigente envolvido no escândalo da FIFA declara-se culpado

Rafael Esquivel, antigo presidente da Federação Venezuelana de Futebol, declarou-se hoje culpado das acusações, nomeadamente extorsão, apresentadas contra ele nos Estados Unidos, no quadro do escândalo de corrupção que envolveu vários dirigentes da FIFA.

Antigo dirigente envolvido no escândalo da FIFA declara-se culpado
Notícias ao Minuto

17:45 - 10/11/16 por Lusa

Desporto Venezuela

Esquivel era acusado de associação criminosa para transferências ilícitas e branqueamento de capitais, segundo o comunicado tornado público pelo procurador federal Robert Capers, do distrito de Nova Iorque. Pela legislação dos Estados Unidos, pode ser condenado a 20 anos de prisão por cada uma das sete acusações do processo.

Ao declarar-se culpado, Esquivel evita a fase de processo e avança diretamente para julgamento, cuja data ainda não é conhecida.

Rafael Esquivel, de 70 anos e presidente da federação venezuelana de 1988 a 2015, terá aceitado subornos de vários milhões de dólares para atribuição de direitos de marketing na Copa América e Taça Libertadores.

O também antigo vice-presidente da Confederação Sul-Americana (Conmebol) foi detido a 27 de maio de 2015 em Zurique, na Suíça, e depois extraditado para os Estados Unidos.

Dos cerca de 40 envolvidos na investigação em larga escala desenvolvida, 24 compareceram perante magistrados dos Estados Unidos, mas só cinco se declararam culpados.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório