Sporting de Braga sem margem para erro na Turquia

'Arsenalistas' terão de pontuar para manter vivas as esperanças do apuramento para os dezasseis-avos-de-final da Liga Europa.

© DR
Desporto Liga Europa

O Sporting de Braga está obrigado a vencer na quinta-feira os turcos do Konyaspor, na terceira jornada Liga Europa em futebol, competição que se tem revelado difícil para históricos como Manchester United e Inter Milão.

PUB

A equipa de José Peseiro joga fora com o último do grupo H e precisa de pontos no objetivo de se apurar para os 16 avos de final, num momento em que Shakthar Donetsk (seis pontos) e Gent (quatro) se defrontam.

Os bracarenses estão na terceira posição do grupo, apenas com um ponto, face ao empate na primeira jornada em casa frente aos belgas (1-1), enquanto na segunda ronda perderam na visita ao Shakthar (2-0), treinado pelo português Paulo Fonseca.

Na segunda competição da UEFA uma especial atenção para dois históricos: os campeões europeus Manchester United e Inter Milão, com ênfase para os italianos, sem pontos na prova.

Se José Mourinho conseguiu uma vitória do United em dois jogos no grupo A (perdeu com Feyenoord), o Inter Milão, do ex-leão João Mário, perdeu os dois primeiros embates no grupo K (com Hapoel Beer-Sheva e Sparta Praga).

Na quinta-feira os italianos recebem um dos líderes do grupo, o Southampton (quatro pontos), de Cédric Soares e José Fonte, enquanto os israelitas do Hapoel Beer-Sheva (quatro pontos), equipa do central Miguel Vítor, joga em casa com o Sparta Praga (três pontos).

No grupo A, Mourinho defrontará o líder da sua 'poule', os turcos do Fenerbahçe e até pode assumir a liderança, apesar da irregularidade demonstrada e quando o técnico português já assumiu a obrigação dos 'red devils' nesta competição de segundo plano da UEFA.

Com um mau desempenho na prova está também o Nice, do defesa Ricardo Pereira e líder da Liga francesa, que está no último lugar do grupo I, sem qualquer ponto, depois das derrotas com Schalke 04 e Krasnodar.

Os franceses defrontam na quinta-feira fora os austríacos do Salzburgo, com a obrigação de vencerem, enquanto Krasnodar e Schalke, ambos com seis pontos, discutem a liderança do grupo.

Nesta jornada nota também para os gregos do Olympiacos, este ano comandados pelo ex-selecionador português Paulo Bento, que somam três pontos no grupo B e recebem os cazaques do Astana, enquanto o líder APOEL, com seis pontos, visita o Young Boys.

Na equipa grega alinham Diogo Figueiras e André Martins, jogadores que deverão estar em campo na quinta-feira, bem como o central Luís Neto, mas nos russos do Zenit, líderes do grupo D, que visitam os irlandeses do Dundalk.

Na terceira jornada destaque igualmente para Panathinaikos, de Zeca, que é último no grupo G, comandado por Ajax, e visita o Standard Liège, e para a Fiorentina, comandada pelo português Paulo Sousa, que se desloca ao campo dos checos do Liberec, no grupo J.

A formação italiana, que não vence na Série A há quatro jogos (três empates e uma derrota), lidera o seu grupo na Liga Europa, a par dos gregos do PAOK, ambos com quatro pontos.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS