Meteorologia

  • 23 JULHO 2024
Tempo
23º
MIN 23º MÁX 37º

Já há data para o julgamento de Rubiales por agressão sexual a Hermoso

Ex-presidente da RFEF será julgado a partir em fevereiro de 2025.

Já há data para o julgamento de Rubiales por agressão sexual a Hermoso
Notícias ao Minuto

11:49 - 17/06/24 por Notícias ao Minuto

Desporto Espanha

Luis Rubiales irá a julgamento pelo caso em que é acusado de agressão sexual e coação sobre Jenni Hermoso já no início do próximo ano de 2025, de acordo com informações adiantadas, esta segunda-feira, pela agência noticiosa espanhola EFE.

O Tribunal Central Penal da Audiência Nacional agendou um total de 11 sessões, distribuídas entre 3 e 19 de fevereiro, para ditar a sentença a aplicar, não só ao antigo presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), como também a três outros suspeitos de estarem envolvidos no caso.

São eles o ex-diretor da principal seleção masculina, Albert Luque, o ex-treinador da principal seleção feminina, Jorge Vilda, e ainda Rubén Rivera, que ocupou o cargo de responsável de marketing deste mesmo organismo.

Luis Rubiales, recorde-se, deu um beijo não consentido a Jenni Hermoso, durante os festejos da conquista do Campeonato do Mundo de futebol feminino, a 20 de agosto de 2023, pelo que arrisca ser condenado a um máximo de dois anos e meio de prisão.

A defesa da própria jogadora pede, ainda, que o antigo dirigente (que se demitiu na sequência deste escândalo) seja proibido de se aproximar a menos de 500 metros ou que comunique com ela durante oito anos, assim como uma indemnização de 50.000 euros.

Quanto aos restantes acusados, arriscam uma pena de ano e meio de prisão, além de que Jenni Hermoso pretende que, entre si, a indemnizem em outros 50.000 euros.

Leia Também: Rubiales em maus lençóis. Tribunal confirma julgamento por beijo polémico

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório