Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 14º MÁX 23º

"Temos de ter um espírito guerreiro para superar esta fase"

O novo treinador do Gil Vicente prometeu hoje uma equipa "com espírito guerreiro" para duelo com o Moreirense, sábado, na jornada 30 da I Liga de portugueses de futebol, reconhecendo que é "muito importante" somar pontos neste desafio.

"Temos de ter um espírito guerreiro para superar esta fase"
Notícias ao Minuto

16:02 - 19/04/24 por Lusa

Desporto Tozé Marreco

"A organização é um ponto fulcral na equipa, mas temos de aliar a isso a qualidade na crença, na vontade, na ambição e no espírito de sacrifício que tem de haver nestes momentos. Temos de ter um espírito guerreiro para superar esta fase", disse Tozé Marreco, que sucedeu a Vítor Campelos no comando dos 'galos'.

O treinador, que deixou Tondela, da II Liga, para abraçar o desafio de manter o emblema barcelense no principal escalão do futebol nacional, reconheceu que a situação da equipa na classificação [14.º com 28 pontos] "é difícil", mas mostrou-se confiante em "que é possível dar a volta".

"Não podemos esconder os problemas ou varrê-los para debaixo do tapete. O Gil Vicente está numa situação difícil e quem não percebeu isso é pouco inteligente. Já não há tempo para deixar andar. Precisamos de estar todos envolvidos e conscientes no que é preciso fazer. Estou confiante que vamos dar a volta", vincou Tozé Marreco.

O treinador confessou que encontrou um plantel "desconfiado de si próprio", e, mesmo alertando que não é "um mágico ou um milagreiro", apelou ao trabalho conjunto para o grupo superar esta fase.

"Sozinho, não vou conseguir fazer nada. O que queremos melhorar já identificámos, quer na parte defensiva, quer na parte ofensiva. Vamos alterar algumas coisas, que por enquanto prefiro não divulgar", completou.

Tozé Marreco reconheceu ser um ato "pouco inteligente não aproveitar as muitas coisas boas deixadas por Vítor Campelos", mas deixou claro que a equipa que vai apresentar sábado já tem algum do seu cunho pessoal.

"Vou adaptar essas coisas boas às minhas características e ao que é preciso fazer. Não faz sentido pedir coisas na organização e, depois, não ter executantes para as aplicar", partilhou.

Sobre o adversário de sábado, o treinador dos 'galos' falou numa "equipa forte que está a fazer um bom campeonato", e reconhecendo as dificuldades, também avisou que "há pontos fracos no Moreirense que podem ser explorados".

"Temos uma estratégia bem definida, e todos sabem o que têm de fazer. Agora, é ir para a luta, sabendo que vai ser um jogo em que vamos ter dificuldades, mas que o Moreirense também vai enfrentar um Gil Vicente muito forte a preparado", afirmou Tozé Marreco.

O treinador, que vai estrear-se na I Liga, pretende retribuir a confiança que os responsáveis gilistas demonstraram na sua contração.

"Foi um ato de coragem do Gil Vicente em confiar num treinador jovem. E isso foi importante para mim, além da grandeza deste clube, com história no futebol português. Certamente, havia centenas de treinadores disponíveis, mas foi a mim que convidaram", partilhou.

Questionado se tem alguma meta pontual que considere suficiente para manter o emblema de Barcelos na I Liga, Tozé Marreco prefere não fazer contas a médio prazo.

"Só penso em ganhar três pontos no próximo jogo, e não vale a pena pensar mais do que isso. Temos cinco semanas para manter esse espírito e vamos analisar o que se passa. Quando não for possível ganhar, temos de sair com pontos", concluiu.

O Gil Vicente, 14.º classificado, com 28 pontos, joga no sábado no terreno do Moreirense, sexto, com 43, numa partida agenda para as 15:30, e que terá arbitragem de José Bessa, da Associação de Futebol do Porto.

Recomendados para si

;

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório